Linha do tempo das estreias no Brasileirão Série A (1971-2021)

Anúncios

Em 2021, o Cuiabá é o mais novo integrante da história da Série A! Desde 2009 que a divisão não tinha um estreante, com o Grêmio Barueri. Em 1971, a pirâmide do futebol nacional ganhou o Campeonato Brasileiro, uma remodelação exigida pelos treinadores dos clubes brasileiros logo após o tricampeonato mundial e a implantação do Plano de Integração Nacional, que visava desbravar todos os cantos do Brasil usando o futebol.

Na primeira temporada, 20 clubes disputaram a primeira edição. Entre 1972 e 1979, a Série A ganhou 88 novos integrantes de maneira ininterrupta, variando de três a 24 equipes. A lógica na reformulação de uma divisão diria que a primeira edição seria a que mais teria “novos” clubes, mas o monstrengo campeonato de 1979 tem mais estreantes, com quatro a mais que a edição inaugural.

Nos anos 1980, a Série A teve grandes confusões. Em 1986, não consideramos o Torneio Paralelo, que promoveu quatro equipes (essas sim são computadas como participação na Série A, mas já tinham estreado) para a primeira divisão da mesma temporada. No ano seguinte, os Módulos Verde e Amarelo são considerados como primeira divisão. Nessa década, foi a vez de 14 clubes estrearam, sendo que entre 1981 e 1986 sempre houve debutes.

Em 1993, dois clubes foram os únicos a estarem pela primeira vez na elite nas próximas temporadas. Em 2000, a famigerada Copa João Havelange, para nós, conta como participantes da Série A, os clubes do Módulo Azul e fase final, o que promoveu a estreia de São Caetano e Malutrom.

Neste século, com a consolidação dos pontos corridos nas Séries A e B, apenas quatro clubes estrearam: Brasiliense, Ipatinga, Grêmio Barueri e Cuiabá. Apresentados todos os critérios, veja os anos e o estreantes de cada temporada da elite do futebol brasileiro.

Em itálico, os clubes com apenas uma participação

Anúncios

1971 – 20 clubes

America (RJ), América Mineiro, Atlético Mineiro, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Portuguesa, Santa Cruz, Santos, São Paulo, Sport e Vasco

1972 – sete clubes

ABC, CRB, Nacional (AM), Náutico, Remo, Sergipe e Vitória

1973 – 14 clubes

América (RN), Athletico Paranaense, CEUB, Comercial (MS), Desportiva, Figueirense, Fortaleza, Goiás, Guarani, Moto Club, Olaria, Paysandu, Rio Negro e Tiradentes (PI)

CEUB, o time universitário que representou Brasília pela primeira vez
Anúncios

1974 – cinco clubes

Avaí, CSA, Itabaiana, Operário (MS) e Sampaio Corrêa

1975 – três clubes

Americano, Campinense e Goiânia

1976 – 13 clubes

Botafogo (PB), Botafogo (SP), Caxias, Confiança, Flamengo (PI), Fluminense de Feira, Londrina, Mixto, Ponte Preta, Rio Branco (ES), Treze, Uberaba e Volta Redonda

1977 – 11 clubes

Brasília, Dom Bosco, Fast Clube, Goytacaz, Grêmio Maringá, Joinville, Juventude, River, Vila Nova,Vitória (ES) e XV de Piracicaba

1978 – 11 clubes

América (SP), Anapolina, Bangu, Brasil de Pelotas, Chapecoense, Colorado, Comercial, Itabuna, Noroeste, Uberlândia e Villa Nova (MG)

1979 – 24 clubes

ASA, Atlético Goianiense, Caldense, Campo Grande, Central, Colatina, Criciúma, Ferroviário, Francana, Gama, Guará, Inter de Limeira, Itumbiara, Leônico, Maranhão, Novo Hamburgo, Operário (MT) Operário (PR), Piauí, Potiguar, São Bento, São Paulo (RS), Tuna Luso e XV de Jaú

Caldense fez bela campanha na única participação do clube na elite, apesar dos mais de 90 clubes

1981 – dois clubes

Galícia e Pinheiros

1982 – três clubes

Inter de Santa Maria, São José e Taguatinga

1983 – dois clubes

Ferroviária e Juventus (SP)

1984 – três clubes

Auto Esporte (PI), Catuense e Santo André

1985 – um clube

Corumbaense

1986 – dois clubes

Alecrim e Sobradinho

Time do Alecrim, que conquistou o bicampeonato potiguar e participou do Brasileirão em 1986

1990 – um clube

Bragantino (atual RB Bragantino)

1993 – dois clubes

Paraná e União São João

Foto da primeira participação no União na elite

2000 – dois clubes

Malutrom (atual, mas licenciado JMalucelli) e São Caetano

2005 – um clube

Brasiliense

@revistaseriez

Menos de duas horas para a primeira partida do #cuiabaec na seriea! Esses são os oito últimos debutantes do #brasileirao

♬ Dream of Traveling – Official Sound Studio

2008 – um clube

Ipatinga

2009 – um clube

Grêmio Barueri

2021 – um clube

Cuiabá

About the author

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: