Além do Confiança: os outros sergipanos na Série B

Anúncios

Estar em uma Série B impacta o futebol regional de diversas formas, desde a rede hoteleira até a imprensa. São 19 jogos em casa, com ampliação de número de partidas para cobertura. Dezenove anos separam a última representação do estado na divisão até a estreia do Confiança na temporada 2020. O maior rival do Dragão era dono da marca, quando foi rebaixado em 2001.

O acesso azulino empata o embate histórico entre a dupla de Aracaju, pois os dois agora contam com nove participações na divisão. Em número de partidas, o Confiança passará o adversário ao final da edição (112 – atualmente são 74 jogos – contra 106 do Gipão). Em número de pontos, o Confiança precisa de 51 para virar a classificação histórica.

Figueirense, Náutico, Avaí, CRB e Sampaio Corrêa enfrentaram o Sergipe em 2001 e voltaram a enfrentar um clube do estado nesta edição.

Apesar do domínio da capital, o Itabaiana é o clube com melhor campanha na história da divisão, como podem ver abaixo. O mais alternativo presente é o extinto Lagarto Esporte Clube, que disputou uma edição.

Itabaiana

4 participações (1971, 1972, 1982 e 1983)

32 P | 35 J | 10 V | 12 E | 13 D | 32 GP | 40GC
Em 1971, o Itabaiana teve um ano espetacular, com título da Copa do Nordeste e semifinal da segunda divisão nacional

Longe da Série B desde 1983, o Tremendão é dono de três das cinco melhores campanhas de equipes sergipanas na divisão. Logo na primeira edição, em 1971, a equipe chegou a semifinal, mas perdeu para o Remo, ficando com o terceiro lugar geral. No ano seguinte, enfrentou o Confiança na primeira partida proletária no escalão, vencendo por 2 a 0. Terminou na sexta colocação. Em 1982, o oitavo lugar engana, pois entrou na terceira fase da disputa, quando veio “rebaixado” da Série A do mesmo ano. A última participação foi ruim: 38º lugar. Desde então, não voltou a disputa.

Anúncios

Lagarto

1 participação (1989)

4 P | 10 J | 0 V | 4 E | 6 D | 2 GP | 14 GC
Em 1972, o Lagarto foi vice-campeão sergipano, mas demorou 17 anos para disputar a Série B

Primeiro clube de Lagarto, ou seja, não confundir com o Lagartense e o atual Lagarto FC, é o quarto clube sergipano a disputar a Série B. Em 1989, logo após boa participação no Estadual, a equipe entrou na disputa, tirando o Itabaiana da disputa nacional. A campanha do Lagarto Esporte Clube foi ruim, com a lanterna do grupo G, que reunia três clubes baianos e três sergipanos (Sergipe e Confiança). Foram quatro empates conquistados contra Fluminense de Feira (1×1 e 0x0), Leônico-BA (0x0) e Sergipe (0x0). A equipe perdeu as duas partidas contra Confiança e Catuense.

Anúncios

Sergipe

9 participações (1980, 1982, 1984, 1989, 1994, 1995, 1996, 1997 e 2001)

107 P | 106 J | 29 V | 32 E | 45 D
Time do Sergipe em 1994, quando conquistou o título estadual

A última vez que Sergipe teve um representante na Série B foi em 2001, quando o Colorado entrou após a tragicômica Copa João Havelange. Foi rebaixado. Antes disso, fez ótimas campanhas nos anos 1990, como em 1994, por uma vitória não se classificou para o quadrangular final e no ano seguinte chegou na penúltima etapa. Em 1996, foi rebaixado em campo, mas permaneceu devido a uma virada de mesa na elite, mas na temporada seguinte descendeu. Mesmo longe da Série B, o torcedor do Gipão irá secar o Dragão para não ser ultrapassado em pontos (107 a 57).

Anúncios

About the author

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: