50 minutos da etapa final: a definição dos três últimos classificados e o segundo rebaixado da Segundona PR

Anúncios

Terminou a conturbada primeira fase do Paranaense da Segunda Divisão 2020. O campeonato foi muito afetado pela pandemia, que fez com que na sétima rodada, a FPF decidisse pela paralisação das rodadas finais para que o Nacional de Rolândia pudesse disputar os jogos adiados em razão da disputa paralela do Brasileiro Série D. Porém, o final dessa etapa foi de extrema emoção.

O Maringá foi soberano nas nove rodadas iniciais, com sete vitórias, dois empates e nenhuma derrota. A equipe garantiu a vaga na semifinal com duas rodadas de antecedência e a liderança faltando uma partida. Não conseguir o acesso com essa campanha será tratado como vexame pelas bandas da região noroeste.

Em jogo que não valia nada, o Maringá foi até São José dos Pinhais e venceu o Independente São-Joseense, por 2 a 0. O ISJ termina a competição como a principal decepção da disputa, onde entrou como candidata ao acesso.

Na última rodada, Prudentópolis, Apucarana Sports, Azuriz, Andraus e Araucária disputavam as últimas três vagas na semifinal. Em confronto de G4, o Apucarana venceu o Prude, por 1 a 0. No final da partida, o clube derrotado continuava classificado, mas duas partidas estavam em andamento e tiraram o então segundo colocado de fora da semifinal.

Quando a partida supracitada acabou, o Araucária estava empatando em pontos, mas perdendo em saldo de gols, com a vitória por 2 a 0 para cima do rebaixado do Batel. Porém, o Araucária fez mais dois gols e ultrapassou o Prude no critério de desempate. Nesse tempo, o Azuriz propiciava uma presepada, empatando em casa com o Rolândia, mas aos 50 minutos do segundo tempo sacramentou uma reviravolta nas duas pontas. O gol da vitória deu a classificação ao clube, agora, de Pato Branco e rebaixou o Rolândia.

O Azuriz empatou com o Rolândia, fora, sem gols, enquanto o Andraus perdeu para o Nacional, por 1 a 0. Quem se deu bem com tudo isso foi o Araucária, que venceu o rebaixado Batel, em Guarapuava, por 2 a 0.

A última vaga na zona de rebaixamento ficaria em Rolândia, com Nacional e REC. O Nacional recebeu o Andraus e arrancou uma vitória por 1 a 0. Mesmo assim, estava sendo rebaixado com o empate do “rival” de cidade (8 a 7). Porém, o gol do Azuriz deixou as duas equipes empatadas, mas com um saldo de gols melhor, o Nacional sobreviveu e garantiu a permanência.

Com três clubes que nunca disputaram a primeira divisão paranaense, temos a garantia de um Debutante em 2021, aumentando a possibilidade do nosso especial sair de maneira exclusiva para esses clubes. A garantia sairá do confronto entre Apucarana Sports e Azuriz. O Maringá, com cinco participações e rebaixado em 2019, busca a classificação contra o Araucária, outro clube que nunca participou da primeira divisão.

About the author

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: