Por que Kobe Bryant vestiu a camisa do Galatasaray? | #SérieZOlímpica

Um dos gigantes da história do basquete, Kobe Bryant nunca escondeu a paixão pelo futebol. Ele chegou a projetar o esporte como sonho de vida, quando morava na Itália, país onde seu pai, Joe, era jogador de basquete e virou torcedor do Milan. Quando voltou para os Estados Unidos, campos de futebol não eram tão comuns e acabou optando por jogar basquete. Deu muito certo!

Vitorioso enquanto jogava pelo Los Angeles Lakers, o futebol sempre esteve no seu entorno. Passou a acompanhar o Los Angeles Galaxy a partir da contratação de David Beckham e, pelo mesmo clube, foi o anunciante da contratação de de Steven Gerrard, em 2015, como o vídeo abaixo.

Kobe teve uma pequena polêmica futebolística típica de factoide inglês, que duvidaram da torcida dele pelo Milan em comparação ao Barcelona, que também revelou ser torcedor. Em 16 de janeiro de 2020, dez dias antes da morte do ex-jogador, ele disse que ainda não tinha interesse em investir diretamente em um clube da MLS.

O que chama atenção na busca por imagens que ligue Kobe Bryant ao futebol são imagens dele com a camisa do Galatasaray. Mas como isso ocorreu? Em 2011, os jogadores da NBA entraram em greve que durou cinco meses, a segunda maior da história da liga. Para não ficarem parados, alguns jogadores acertaram contratos curtos com equipes europeias, onde cláusulas o liberariam de maneira imediata se o locaute acabasse. Kobe Bryant teve seu nome ligado ao Besiktas, que acabou não acontecendo por desacerto financeiro.

Em setembro daquele ano, Kobe viajou até a Turquia e criou-se uma expectativa que seria para um acerto com o clube, mas se tratava de uma ação promocional da Nike, uma das patrocinadoras do jogador campeão da NBA por cinco vezes, onde ele inaugurou uma quadra de basquete e participou do torneio Own The Court, que não tivemos muitas informações sobre como foi realizado.

Taffarel e Kazim (ex-Corinthians) em encontro com Kobe

Em 26 de setembro, ele apareceu na Turk Telekom Arena onde o Galatasaray treinava. Na época, o clube turco tinha uniformes fornecidos pela Nike – Besiktas e o Fenerbahçe tinham a Adidas como material esportivo. Isso facilitou a ida do jogador ao treino, onde foi presenteado por Fatih Terim, então treinador do time, com uma camisa assinada por todo elenco. Chegando lá, ele disse: “A partir de agora, sou um fã do Galatasaray”. Ele conversou com os jogadores, posou para fotos e bateu três pênaltis no goleiro Ufuk Ceylan, onde converteu apenas um. Na época, Felipe Melo e Taffarel estavam no clube e apareceram em registros.

Felipe Melo e Kobe Bryant se cumprimentam

Saindo de lá, ele disse que não seria a primeira e única vez que visitaria o clube, mas não há relatos isso ocorreu. Em 2015, logo após anunciar que iria se aposentar ao fim da temporada, o Twitter do clube brincou com a possibilidade dele poder continuar sua carreira no clube amarelo e vermelho, o perguntando: “@kobebryant, você gostaria de seguir em frente conosco?”. O que temos é uma história escondida no tempo, mas que mostrou o quanto Kobe Bryant era fanático por futebol, seja com qual camisa fosse.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s