A linha do tempo dos possíveis Debutantes dos Estaduais 2021

*Atualizado em 30 de janeiro de 2021, às 20h17

Mais uma temporada do futebol brasileira ocorre e mais uma vez tivemos o Guia dos Debutantes Estaduais, pela segunda vez com uma versão ampliada e exclusiva. Dessa forma, novamente, resolvemos criar uma linha do tempo para acompanhar os times das divisões menores que podem subir e estrear em uma nova divisão em 2021.

A lista vai ser atualizada a cada confirmação de divisão de acesso com clubes divulgados oficialmente pelas federações. De início, a lista tem os estados que contam com mais de duas divisões.

Nessa linha do tempo, temos dois tipos de informação. A primeira é quanto ao número de clubes que podem debutar na divisão pelo número dos que disputam a divisão atual. Por último, os clubes aptos a terem esse status ano que vem e constar no nosso Guia dos Debutantes Estaduais 2021, que depende disso para sair (formato exclusivo ou parte de edição) ou não. Os possíveis debutantes que forem rebaixados trarão a informação do descenso para mostrar que não estarão na lista próxima. Não usaremos o nome oficial das competições para facilitar o entendimento. Como essa lista será permanentemente atualizada, temos uma espécie de legenda para você entender a situação de cada clube: debutante em 2020 ou sem chance.

Além disso, vale dois adendos em relação a linha do tempo feita ano passado. A primeira é a presença da lista dos clubes que tiveram a chance em 2019, mas ainda dependem de confirmação oficial para ver se retornam a disputa. A segunda não irá aparecer, pois não consideramos clubes que disputaram uma divisão acima, acabaram se licenciando e voltaram ao último nível, como foi o caso do Itaperuna (RJ) e Carlos Renaux (SC) na publicação do ano passado.

DEFINIDOS

Amazonas

Amazonense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(2/7) | Atlético Amazonense (6º lugar) e JC Itacoatiara

Pará

Paraense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(6/20) | Atlético Paraense, Caeté, Paraense, Sporting Fonte Nova, Sport Real e União Paraense

Tocantins

Tocantinense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(1/5) | Taquarussú

Alagoas

Alagoano 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(2/5) | Desportivo Aliança e FF Sports

Bahia

Baiano 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(4/6) | Barcelona, Canaã, Teixeira de Freitas (6° lugar) e UNIRB

Ceará

Cearense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(3/10) | Campo Grande (rebaixado), Pacatuba e União

Cearense 3ª Divisão (→ Segunda Divisão 2021)

(/8) | Cariri e Itarema

Maranhão

Maranhense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(3/9) | Babaçu, ITZ Sport e Timon

Pernambuco

Pernambucano 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(3/13) | Ferroviário do Cabo, Ipojuca e Timbaúba

Piauí

Piauiense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(1/3) | Oeirense (3º lugar)

Rio Grande do Norte

Potiguar 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(1/4) | Visão Celeste

Sergipe

Sergipano 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(8/18) | Aracaju, Barra, Força Jovem Aquidabã, Gloriense, Independente, Rosario Central, Santa Cruz e Socorro

Mato Grosso

Mato-Grossense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(1/5) | Grêmio Sorriso

Mato Grosso do Sul

Sul-Mato-Grossense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(2/6) | Dourados AC e Três Lagoas

Minas Gerais

Mineiro 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(3/12) | Betim Futebol, CAP Uberlândia (11º lugar – rebaixado) e Serranense (9° lugar)

Mineiro 3ª Divisão (→ Segunda Divisão 2021)

(3/10) | Betis, Contagem e Santarritense 

Rio de Janeiro

Carioca 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(8/17) | Angra dos ReisArtsul, Gonçalense, Maricá, Rio São Paulo, Sampaio CorrêaSão Gonçalo EC e Serra Macaense

São Paulo

Paulista 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(2/16) | Atibaia (11º lugar) e Votuporanguense (15° lugar – rebaixado)

Paulista 3ª Divisão (→ Segunda Divisão 2021)

(1/16) | Desportivo Brasil (9° lugar)

Paulista 4ª Divisão (→ Terceira Divisão 2021)

(8/35) | Assisense (34° e penúltimo lugar), Atlético Mogi (35° e último lugar), Barcelona (33° lugar), Brasilis (24° lugar), Elosport (31° lugar), Mauá, GD Sãocarlense (21° lugar) e SKA Brasil

Paraná

Paranaense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(6/10) | Andraus (6° lugar), Apucarana Sports, Araucária, Azuriz Pato (campeão), Independente São-Joseense (7° lugar) e Rolândia (9° lugar – rebaixado)

Paranaense 3ª Divisão (→ Segunda Divisão 2021)

(1/7) | Verê

Santa Catarina

Catarinense 2ª Divisão (→ Primeira Divisão 2021)

(2/10) | Barra e Caçador

Catarinense 3ª Divisão (→ Segunda Divisão 2021)

(5/8) | Atlético Catarinense, Batistense, CA Itajaí, Nação Esportes e Orleans

Outros estados

Espírito Santo (Capixaba 2ª Divisão): todas as equipes da competição têm passagem pela elite

Goiás (Goiano 2ª Divisão): todas as equipes da competição têm passagem pela elite

Distrito Federal (Brasiliense 2ª Divisão): todas as equipes da competição têm passagem pela elite

Rio Grande do Sul (2ª e 3ª Divisão): a FGF decidiu pelo cancelamento das competições profissionais de 2020, devido a pandemia da COVID-19. Na segunda divisão, Santo Ângelo e Igrejinha tinham chance de debute, enquanto que 12 Horas, PRS, Real e União Harmonia estavam nessa situação no último nível

Paraíba (2ª Divisão): a FPF decidiu pelo cancelamento da competição para essa temporada, devido a pandemia da COVID-19. Em 2019, Desportiva Picuiense, FEMAR, Nacional de Pombal e Sabugy buscavam o debute

Acre, Amapá, Rondônia e Roraima (2ª Divisão): nos quatro estados não serão realizadas segundas divisões estaduais

Rio de Janeiro (4ª Divisão): a FERJ decidiu pelo cancelamento da competição para essa temporada, devido a pandemia da COVID-19. Em 2019, Ação, Atlético Carioca, Brasileirinho e CAAC Brasil buscavam o debute

Rio de Janeiro (3ª Divisão): com a reformulação da pirâmide do futebol do Rio de Janeiro, os clubes da Série B2 não conseguirão vaga na Série A2, a nova segunda divisão. 7 de Abril, Bela Vista, Mageense e Pérolas Negras são os clubes que podem estrear na segunda divisão, agora, de 2022

About the author

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: