O que sabemos (a mais) sobre o novo formato da Série D?

A CBF divulgou nesta quinta-feira, dia 3, o calendário do futebol masculino profissional de 2020. Entre as divisões do Brasileirão, a Série D é a única que passará por mudanças. A competição passa de 16 para 24 datas, com uma fase preliminar com oito equipes (jogos de ida e volta), com os quatro vencedores se juntando a outras 60 equipes. A fase principal terá oito chaves com oito equipes, em jogos em turno e returno. Os quatro melhores de cada grupo passam para a segunda fase que será em mata-mata até a final.

A fase preliminar é o que mais chamou atenção de quem acompanha a edição. As equipes que disputarão essa primeira etapa serão as segundas mais bem colocadas (classificadas) das oito federações piores colocadas no Ranking de Federações Nacionais. Se considerada a classificação usada para 2019, os estados que terão clubes nesta fase serão: Distrito Federal (20º), Amazonas, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Espírito Santo, Rondônia, Amapá e Roraima (27°). Brasiliense, Nacional (AM), Aquidauanense, Tocantinópolis, campeão da Copa ES, Ji-Paraná, Ypiranga (AP) e Baré participariam da preliminar com o atual ranking.

A indefinição, por enquanto, é como se definirão os quatro confrontos, pela colocação no ranking ou regionalizado, para não ter riscos de um clube do Espírito Santo, por exemplo, enfrentar um time do Norte e acabar caindo em um grupo totalmente fora da região. Isso deverá ser resolvido em até uma semana.

O formato será usado em 2020 e 2021. Em 2022, a Série D classificará 64 clubes diretamente, se extinguindo a preliminar. Provavelmente, o Ranking das Federações deverá ser usado para definir quatro estados com apenas um representante.

A arbitragem no mata-mata da Série D (e na Série C) 2019 foi alvo de críticas. Com a implantação do VAR na Série A, a organização do campeonato tem uma ideia de levar o projeto para a cúpula da CBF responsável pelo equipamento para, ao menos, os jogos de quartas de final, que definem o acesso na Série D e C, terem o auxílio do vídeo, a partir de 2020. Repetindo: é algo totalmente embrionário que deverá ser discutido futuramente.

Guia da Série D 2020

A quinta edição do Guia da Série D produzido pela Revista Série Z será publicada no dia 22 de maio de 2020, com a informação dos 64 clubes que participarão do novo formato da fase de grupos da competição. A fase preliminar será disputada nos dias 3 e 10 de maio, com um final de semana de hiato para o início da etapa principal.

3 comentários em “O que sabemos (a mais) sobre o novo formato da Série D?

  1. RAIDER LOPES MARTINS 4 out 2019 — 08:37

    Eu gostei de ter mais datas mas não com uma pré classificação. Poderiam ter ampliado para 72 times e todo mundo entrando direto.

    1. Concordo.
      8 grupos de 9 excepcionalmente este ano e no próximo poderia então ser os 8 grupos de 8.

      Agora resta saber se haverá regionalização nos mata-mata ou será de outra forma.
      Espero que não seja regionalizado pois deveriam subir os melhores, independentemente da sua região…

      1. RAIDER LOPES MARTINS 6 out 2019 — 10:44

        Eu até acho que esses confrontos decisivos poderiam ser regionalizados como é na Copa da Ásia de clubes. Faz-se por conferências e podendo subir um ou mais equipes de cada região, ótimo.

        Ao menos não causaria o desequilíbrio que vimos na Série C desse ano com time do norte tendo que viajar até o sul ainda na primeira fase. Isso seria minimizado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close