Guia Quero Apostar das quartas da Série C 2019

por Quero Apostar

Chegamos a fase final da Série C! O momento mais decisivo da competição terá 8 clubes brigando pelo acesso à Série B em 2020. E, para nos apoiar nas quartas de final, fizemos uma parceria com o Quero Apostar. O Quero Apostar é o maior site de edução em apostas esportivas do Brasil. Eles contam com um time de especialistas em futebol que além de ensinarem a você a se tornar um apostador esportivo lucrativo, dão muitas dicas grátis de jogos e bônus para primeiro registro em casas de apostas.

Então, para comemorar essa parceria, listamos abaixo nossa análise das quartas de final da Série C do Brasileirão em parceria com o Quero Apostar. Confira!

Paysandu x Náutico

Paysandu: uma das mais tradicionais equipes do Norte, o Paysandu carrega a experiência de já ter disputado a Série A do Brasileirão em diversas ocasiões, além de ter uma participação em Libertadores no seu currículo (com direito a vitória sobre o Boca Juniors em La Bombonera).

No entanto, os tempos são outros. O Papão está longe da primeira divisão do Brasileiro desde 2005 e não tem mais grandes jogadores em seu elenco como na época de Balão, Iarley e Robgol.

O grande ponto é: uma coisa continua inalterável na história do Papão, que é o fato de jogar no Mangueirão, um estádio histórico, gigantesco e determinando nos principais capítulos desta equipe.

Náutico: após cair para a Série C do Brasileiro em 2017, o Náutico amargou 2018 no terceiro nível, mesmo terminando a primeira fase na liderança – caiu nas quartas de final para o Bragantino.

Agora, novamente com boa chance de acesso, o Timbu, que também possui ampla história nas principais divisões do Brasileirão, terá difícil missão: segurar o Paysandu no Pará e alcançar a classificação no Pernambuco.

O grande reforço para o Náutico não está dentro de campo, mas sim nas arquibancadas. Com a volta para os Aflitos, o Timbu deve exercer grande pressão no jogo de volta com sua fanática torcida.

Outro ponto importante é que o time convence dentro de campo: terminou como líder do Grupo A com 33 pontos conquistados em 18 jogos, sendo a melhor equipe entre todas as equipes que disputaram a Série C do Brasileiro.

Análise do confronto

Analisando o jogo de ida, vemos que o valor nas apostas está para o lado do Paysandu, que tem uma cotação alta e dificilmente entregará resultado para o Náutico em pleno Mangueirão.

Cremos que apostar na vitória seca é complicado nesta fase da competição, principalmente em um duelo tão parelho. Assim, gostamos do handicap asiático de -0.25 para o Paysandu, que significa metade do dinheiro devolvido em caso de empate no marcador.

Quem passa?

No aspecto geral, analisamos o Náutico como favorito para avançar.

Imperatriz x Juventude

Imperatriz: longe dos holofotes por muitos anos, o Imperatriz viveu sempre na sombra de Moto Club e Sampaio Corrêa, que somam 33 e 26 títulos estaduais, respectivamente, enquanto o Cavalo de Aço, como é carinhosamente chamado o Imperatriz, tem apenas três títulos.

No entanto, a equipe alvirrubra é conhecida, ao mesmo tempo, por ser o clube interiorano com mais títulos estaduais no Maranhão.

Mas não é de Maranhense que estamos falando, e sim de Série C. A subida meteórica do Imperatriz começou na Série D de 2018, quando o clube surpreendeu e se meteu entre os quatro que conquistaram o acesso. Agora, nova surpresa: terceira colocação no Grupo A da Série C e vaga nas quartas de final.

Esse momento só de notícias positivas tem a ver com o bom trabalho feito na equipe maranhense, que só mostra o quanto uma equipe fica na frente de outras quando tem um bom projeto em mãos.

Diante do Juventude, o Imperatriz poderá provar se tem capacidade de ser uma nova Chapecoense ou um novo CSA, que subiram da Série D para a A em poucos anos. Será?

Juventude: incomodado após ser rebaixado para a Série C em 2018, o Juventude não quer passar mais do que um ano no terceiro escalão brasileiro. Por isso, a equipe de Caxias foca em bater o novato Imperatriz, que não possui a mesma experiência em momentos como este.

Um ponto curioso é que o acesso pode deixar o Juventude ainda mais supremo em relação ao seu rival Caxias, que é da mesma cidade (Caxias do Sul). Vale lembrar que o maior adversário do Ju quase subiu para a Série C neste ano, o que daria mais chances de clássico na próxima temporada, caso, claro, o Juventude falhasse o acesso.

Análise do confronto

Especificamente neste jogo de ida, vemos uma partida difícil de se apostar. Neste momento, as cotações não nos agradam, já que estão dando ligeiro favoritismo para o Imperatriz e impedindo que nós analisemos valor para algum dos lados.

Quem passa?

Juventude. Demonstrou mais força na primeira fase, joga a partida de volta no Alfredo Jaconi e tem mais bagagem para lidar com momentos como este.

Confiança x Ypiranga

Confiança: desde 2015 na Série C do Brasileiro, o Confiança esteve nas quartas de final em três ocasiões das cinco edições que disputou. No entanto, em nenhuma delas veio o acesso, o que evidencia praticamente um tabu em sair do terceiro escalão da divisão nacional.

Para este ano, as coisas podem fluir de outra maneira. O Dragão montou um time melhor do que nos últimos anos, convenceu em suas exibições e deixou para trás equipes como Botafogo-PB, Ferroviário e Santa Cruz, que tinham mais favoritismo antes do início da competição.

Um fator que pode pesar contra o Confiança é a recente má fase, mesmo com a equipe se classificando: já são cinco jogos sem vencer, o que quase tirou a equipe do G4 inclusive – vale lembrar que o Confiança só avançou para as quartas de final por conta de um empate na última rodada diante do Ferroviário, em 2 a 2, com direito a empatar após estar com dois gols atrás no marcador.

Ypiranga: um pouco mais novato na Série C, o Ypiranga está no certame desde 2016, o que também evidencia certa experiência para o Canarinho.

Porém, mesmo após disputar três anos de Série C, o clube sulista jamais conseguiu alcançar as quartas de final como fez neste ano, o que traz empolgação, mas ao mesmo tempo medo de encontrar inexperiência para lidar em um momento difícil como este e diante de um Confiança mais preparado para subir.

O ponto positivo é que o Ypiranga se acostumou com acesso em 2019. O Canarinho foi campeão da Série A2 do Campeonato Gaúcho após enfrentar difíceis equipes em sua campanha, como São Paulo-RS, Glória de Vacaria e Esportivo de Bento Gonçalves.

Será que a experiência obtida no estadual ajudará o Ypiranga na busca pelo acesso?

Análise do confronto

O Confiança tem mais condições neste jogo de ida. Além de ser melhor equipe na nossa ótica, ainda terá a força das arquibancadas para empurrá-lo diante do Ypiranga, que não é uma grande equipe pelo que acompanhei na Série C.

Gostamos bastante da aposta no AH -0.25 para o Confiança, que significa metade do investimento devolvido em caso de empate no placar.

A aposta acima nos dá segurança muito por conta de não enxergarmos boas condições de surpresa (vitória do Ypiranga) neste jogo.

Quem passa?

Chegou a hora do Confiança. O time se estruturou mais que o Ypiranga, provavelmente fará um bom placar no jogo de ida e terá a sabedoria para explorar contra-ataques na volta.

São José x Sampaio Corrêa

São José: assim como o Imperatriz, o São José é outra equipe que acabou de subir da Série D e já figura nas quartas de final da Série C, com boas condições de subir pelo que apresentou na primeira fase.

O São José é a típica equipe difícil de ser batida em casa. É um time acanhado, sem grandes talentos, mas que se baseia muito no estilo Chapecoense de fazer futebol: boa administração, nomes pouco conhecidos, fator casa forte.

Sabemos que a inexperiência de não disputar a Série C há anos pode pesar para o Zequinha, mas o clube alvianil já mostrou não se intimidar com isso.

É bom ficar de olho, Sampaio!

Sampaio Corrêa: irregular, o Sampaio Corrêa alternou entre Série B e Série C do Brasileiro nos últimos quatro anos, participando dois anos em cada uma. Isso é fruto de uma equipe que geralmente tem capacidade superior que os integrantes da Série C, mas que sofre bastante quando chega na Série B.

Neste ano, a Bolívia Querida chegou desacreditada na Série C, com status de meio de tabela/briga para não cair, mas conseguiu se estabilizar no G4 após ótimo início e agora tem a chance de novamente retornar ao segundo nível do futebol brasileiro.

Análise do confronto

No jogo de ida, gostamos da aposta na vitória do São José, que dificilmente decepciona em seu estádio quando realmente necessita da vitória. Além disso, analisamos o Zequinha com mais força que o Sampaio Corrêa em capacidade técnica.

Quem passa?

Continuamos com o São José aqui também. Gostamos do projeto do clube sulista, que tem grandes possibilidades de se tornar uma das principais equipes da região em poucos anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close