Quem se lembra? Os artilheiros do Pan-Americano Rio 2007

O Pan-Americano de 2007 marcou o início de uma era esportiva no Brasil, que teve Copa do Mundo, Olimpíadas e Copa América subsequentemente. A disputa do futebol masculino foi marcada por vários problemas, como a mudança de categoria para a disputa, com os sul-americanos jogando com o time sub-17, o Peru desistindo da disputa e uma pressão no Brasil.

Das seleções que sempre criam expectativa, apenas o México conseguiu passar de fase, mas pelo índice técnico. Argentina e Brasil foram eliminados na primeira fase por Jamaica e Equador, respectivamente. A última semifinalista foi a Bolívia. Todas as 12 seleções fizeram ao menos um gol e, por isso, reunimos os artilheiros de cada equipe nacional para ver se algum deslanchou. Não foi bem assim que ocorreu. A ordem apresentada a seguir respeita a classificação geral: do medalha de ouro ao lanterna…

EDMUNDO ZURA 🇪🇨 | Rayo

Atacante | 36 anos

Brendon Thorne/Getty Images

O atacante foi um dos jogadores convocados acima de 17 anos. Quando convocado, ele era jogador do pequeno Imbabura, que acabava de retornar para a primeira divisão, ou seja, um ano antes de conquistar a medalha de ouro, ele atuava na segunda divisão equatoriana. A carreira após o Pan 2007 parecia que deslancharia, mas não foi bem assim. O último clube dele foi o SD Rayo, que em alguns sites ainda consta como atual equipe.

KEAMMAR DALEY 🇯🇲 | Waterhouse

Meia-atacante | 31 anos

Foto: Evaristo Sa/AFP/Getty Images

Uma das medalhas mais surpreendentes da edição foi a de prata da Jamaica no futebol masculino, que teve Daley como artilheiro da seleção e do torneio, com quatro gols. Ele jogava no Meadhaven United, clube de pouca tradição, que estava na segunda divisão local, de onde saiu apenas em 2008. Ele chegou a jogar no Preston North End, quando estava na terceira divisão inglesa, fez mais de dez jogos pela seleção principal, mas parou por aí.

ENRIQUE ESQUEDA 🇲🇽 | East Bengal (Índia)

Atacante | 31 anos

Foto: ASCOM/East Bengal FC

Ele foi um dos artilheiros do Pan 2007, com quatro gols. Formado pelo América, Esqueda ficou no clube até 2011, quando se transferiu para o Pachuca. Em 2014/15, teve a melhor temporada da carreira quando defendeu Atlas e Tigres e foi convocado para a Copa América 2015, mesmo sendo o time B. Atualmente, joga na Índia, a segunda experiência fora do país, pois ano passado atuou no Arka Gdynia, da Polônia.

EDUARDO FIERRO 🇧🇴 | Sport Boys Warnes

Atacante | 31 anos

Foto: Reprodução/El Diario

Jogador do Blooming quando chamado para o Pan-Americano, Fierro despontava como uma promessa local. Firmou carreira no próprio país, mas teve passagens pela Sérvia, Arábia Saudita e Brasil. Sim, exatamente isso que leu. Em 2010, ele foi anunciado como reforço do Oeste, mas ficou apenas nisso, pois nem entrou em campo. Joga pelo emergente Sport Boys Warnes e tem cinco títulos nacionais na carreira.

LULINHA 🇧🇷 | Pafos (Chipre)

Meia-atacante | 29 anos

Foto: ASCOM/Pafos FC

Precisamos apresentar? Lulinha ficou muito conhecido por ter recusado uma proposta do Chelsea em 2007, que ofereceu 30 milhões de reais pela promessa corinthiana. O resto é história! Era uma das estrelas do elenco brasileiro que falhou miseravelmente como anfitrião do futebol masculino. Teve bons momentos por Bahia e Ceará, mas nada do que se projetava no início da carreira. Fez 20 jogos e um gol pelo Pafos, oitavo colocado da último Campeonato Cipriota.

CRISTIÁN NAZARIT 🇨🇴 | Ah-Ali (Catar)

Atacante | 28 anos

Foto: ASCOM/Al Ahli Club

A Colômbia fez apenas um gol no Pan-Americano 2007 e coube a Nazarit fazer o tento, quando venceram o Haiti, por 1 a 0. Ele era jogador do América de Cali quando chamado. A carreira não teve nenhum destaque a partir de então, sendo que a temporada mais artilheira dele foi pelo Gifu, 17 gols, na segunda divisão japonesa de 2014, quando foi o 17° colocado dentre 22 participantes. Desde o ano passado, está sem clube após sair do Al-Ahli.

JOHNNY LEVERÓN 🇭🇳 | Olimpia

Volante | 29 anos

Foto: Reprodução/CD Olimpia

Foram três gols no Pan 2007 (Honduras fez quatro) para o jovem jogador do Motagua. O nome de Leverón pode soar familiar com as convocações da seleção para as Copas do Mundo de 2010 e 2014, mas é apenas ilusão. Ele, apesar das mais de 30 convocações, não chegou a disputar um Mundial. Jogou no Canadá e México. Na última temporada, esteve no Real España, mas acertou com o Olimpia para a nova temporada.

OMAR GONZÁLEZ 🇺🇸 | Atlas (México)

Zagueiro | 30 anos

Foto: ASCOM/US Soccer

Entre os artilheiros de cada seleção, Omar González é o que teve carreira com mais sucesso. Ele, zagueiro, fez dois gols em um jogo da campanha americana e estava no futebol universitário, quando defendia o Maryland Terrapins. Ganhou três títulos da MLS com o LA Galaxy; participou de quatro edições da Copa Ouro, incluindo a última; foi campeão da Concachampions 2017 com o Pachuca e fez três jogos na Copa do Mundo 2014.

NICOLÁS MAZZOLA 🇦🇷 | Unión

Atacante | 29 anos

A Argentina foi mais uma seleção que anotou apenas um gol no torneio masculino. Mazzola foi o responsável pelo feito. Em 2007, participou do Mundial, Sul-Americano e Pan-Americano, chamando atenção do West Ham, mas ficou no Independiente, onde não teve sucesso. Foi para o Locarno, da segunda divisão suíça, e desde que voltou à Argentina se tornou um atacante comum. Para se ter ideia, tem apenas 43 gols desde 2011. Atua no Unión de Santa Fé, onde fez três gols em 10 jogos da última temporada.

DIEGO BRENES 🇨🇷 | Puntarenas

Meio-campo | 28 anos

Esse Brenes não é o mesmo da surpreendente campanha da Copa do Mundo 2014. Aquele era Randall. Diego Brenes teve carreira firmada no próprio país. Ele foi o responsável pelos dois gols costarriquenhos da campanha no Pan 2007. Segundo o Transfermarkt, ele estava no Puntarenas na última temporada, mas foi dispensado.

MECHACK JÉRÔME 🇭🇹 | El Paso Locomotive (EUA)

Zagueiro | 29 anos

Foto: ASCOM/El Paso Locomotive FC

O único gol do Haiti no certame foi feito pelo zagueiro Mechack. Ele atuava no Baltimore SC, clube local. Tem carreira estável na seleção com três disputas de Copa Ouro e da Copa América 2016. Firmou carreira nos Estados Unidos e atualmente joga na USL Championship, segundo escalão nacional.

FRANCISCO FLORES 🇻🇪 | Mineros

Meio-campo | 29 anos

Na pior campanha desta disputa, o único gol venezuelano foi feito por Flores, de pênalti. Ele atuava no Deportivo Lara, onde ficou cinco temporadas. Chegou a disputar alguns jogos pela seleção principal e conquistou três títulos locais. Atualmente, joga pelo Mineros de Guayana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close