Os Debutantes da Europa 2019 #2: da Eslovênia à Rússia

A temporada 2019/20 do futebol europeu começou! Os torneios de seleções acabaram e não deu tempo de respirar para países que sempre começam no meio de julho recolocar a bola no gramado. No Leste Europeu, que vem tendo novidades desde a nossa primeira edição dos Debutantes da Europa, sete clubes em quatro países estreiam em elites nacionais. Nossa viagem começa na Eslovênia, pela terceira vez seguida; seguimos para a Bulgária, que retorna ao nosso texto; passa pela Romênia, que tem um feito incrível com dois ascendentes estreantes desde 2017 e terminamos a viagem na Rússia.

Football Club Arda Kardzhali – Bulgária 🇧🇬

O Arda se divide em duas histórias. A primeira vem de 1924, quando foi criado, mas sem grandes sucessos variando entre segunda e terceira divisão nacional. Até que em 2013, a equipe foi dissolvida e Kardzhali ficou sem futebol durante dois anos, até a equipe ser refundada e começar a trajetória na quarta divisão. Foi da água para o vinho que o contexto mudou, com apenas uma falha de acesso direto. Em 2018/19, disputou a “primeira” segunda divisão, conseguiu vaga na repescagem e garantiu a vaga inédita. Lucas Willian, meia, é o brasileiro do elenco, que chegou do Rio Branco de Venda Nova (ES) no meio da temporada passada.

Football Club Tsarsko Selo – Bulgária 🇧🇬

Fundado em 2015, a equipe conseguiu se profissionalizar em 2016, garantindo vaga na segunda divisão búlgara. Nas três temporadas no escalão, a equipe foi pulando degraus: quinto, terceiro e primeiro lugar. O título da temporada passada foi a redenção, pois em 2017/18, a equipe teve a chance de subir, mas perdeu a repescagem. Os irmãos Veselin e Yordan Minev são os destaques locais. Há quatro brasileiros no elenco: o zagueiro Gustavo Carbonieri (Atibaia), o volante Everton Dias (Luverdense), o ponta Wesley Natã (Votuporanguense) e o atacante Anderson (Taubaté).

Nogometni Klub Bravo – Eslovênia 🇸🇮

Quatro anos depois de ser fundado, a diretoria do NK Bravo, em 2010, decidiu aceitar uma parceria com o Interblock, da primeira divisão eslovena. Os clubes chegaram a cogitar uma fusão, mas o Interblock entrou em declínio financeiro deixando o futebol em 2012 para ser refundado. Independente, o NK Bravo começou a chamar atenção apenas em 2014. Foram duas temporadas na SuperPokal Slovenije até chegar ao título na temporada passada e o debute na elite nacional.

Fotbal Club Academica Clinceni – Romênia 🇷🇴

Os Acadêmicos explicam muito do que é o futebol romeno. A equipe foi fundada em 2005 como CS Buftea, da cidade de mesmo nome. Por lá, ficou até 2013 quando decidiu se mudar para Clinceni se tornando FC Clinceni. Durou apenas uma temporada, pois se mudaram em 2014 para Pitesti para se tornarem a Academica Arges, se aproveitando do declínio do Arges Pitesti. Muito confuso? Em 2015, a diretoria decide voltar para Clinceni onde está até hoje e com mesma denominação. Foram sete temporadas até chegar na Liga I.

Asociația Fotbal Club Chindia Târgoviște – Romênia 🇷🇴

Em 2010, o ex-jogador Gheorghe Popescu (participou das Copas de 1990, 1994 e 1998) e o ex-árbitro e jogador Ion Crăciunescu decidiram fundar o AFC Chindia Târgoviște, se “aproveitando” do declínio do FCM Târgoviște. O clube viveu os primeiros anos em uma gangorra entre a terceira e segunda divisão. As últimas quatro temporadas foram no segundo nível, com direito a perder a repescagem em 2018, mas garantindo o título em 2018/19.

Professional Football Club Sochi – Rússia 🇷🇺

Essa é a quarta tentativa de Sochi ter um clube competitivo na história. O PFC Sochi não tem ligação com os anteriores Zhemchuzhina-Sochi (sete vezes na primeira divisão), FC Sochi-04 e FC Sochi 2013. O clube surgiu no ano passado quando “comprou” a vaga do Dynamo St. Petersburg, que nunca havia chegado na elite russa. Logo na primeira disputa, conseguiu o acesso com o vice-campeonato da segunda divisão. Não será fácil se manter na divisão e fazer da cidade olímpica e sede da Copa de 2018, uma força do futebol local.

Futbolniy Klub Tambov – Rússia 🇷🇺

Antes da ascensão do clube, a cidade de Tambov era mais conhecida por ser a terra natal de Yuri Zhirkov, um dos melhores e maiores jogadores que o futebol nacional já formou. Com pouco mais de 290 mil habitantes, a cidade ocupa apenas a 69ª colocação entre as maiores da nação. Em 2013, o FK Tambov foi fundado. Entrou na terceira divisão, onde ficou por três temporadas. O mesmo número de vezes que disputou o segundo nível, até conseguir o título e acesso da Russian FNL. A equipe vem baseada em jogadores locais, com destaque para o zagueiro Adessoye Oyewole, nascido na Rússia, mas com pai nigeriano e mãe russa.

Acesse a primeira parte dos Debutantes da Europa, clicando aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close