Escócia: chegou a hora de Kim Little | #DebutantesMundial

No futebol feminino, uma das mais talentosas atletas da década é a escocesa Kim Little. Formada pelo Hibernian e com nove temporadas de Arsenal, incluindo a última onde foi campeã inglesa (e com um hiato de três anos para jogar na Austrália e Estados Unidos), a meia-atacante teve duas chances de chegar a Copa, mas sem sucesso, pois a seleção ainda estava em desenvolvimento.

Kim Little é diferenciada. Teremos a oportunidade de vê-la pela primeira vez em um Mundial

Estrear é um verbo bem presente nos últimos anos da seleção, pois foi debutante na Euro 2017, quando Kim poderia ter disputado, mas uma grave lesão a tirou do continental. A participação internacional dela fica restrita ao selecionado da Grã-Bretanha nas Olimpíadas de Londres 2012, mas sem anotar gols nas quatro partidas da campanha.

A seleção escocesa mudou de patamar, com jogadoras deixando o país ou clubes menores da Inglaterra para serem importantes em clubes maiores da Terra da Rainha. O que demonstra isso é que o elenco tem além de Little, as atacantes Evans (Arsenal) e Cuhtbert (Chelsea) e o trio do Manchester City formado pela defensora Beattie, a meia Weir e a atacante Emslie, os três melhores clubes da temporada inglesa.

Do elenco que disputou a Euro 2017, 17 jogadoras foram mantidas. Beattie, Emslie e Little, supracitadas, não estavam na equipe, assim como, Lizzie Arnot e todas devem ser titulares na competição. A trajetória da Escócia pode ter o carimbo de estreante, mas a seleção competirá em bom nível, pensando na segunda fase, onde terá Japão e Inglaterra como adversários diretos.

Elenco e time-base

(4-4-1-1) Alexander; Howard, Corsie, Beattie, Docherty; Arnot, Crichton, Weir e Emslie; Little; Cuthbert

Jogo da classificação

4 de setembro de 2018 | Albânia 1×2 Escócia

Disputando a liderança rodada a rodada com a Suíça, a Escócia precisava vencer por uma goleada para ultrapassar as adversárias, que empataram sem gols com a Polônia. A vitória contra a Albânia garantiu a inédita vaga

Retrospecto contra os adversários

A seleção escocesa consta com quatro encontros contra Inglaterra, desde 2002, com uma vitória, um empate e duas derrotas. A última partida foi pela qualificatória da Euro 2017, onde as inglesas fizeram 6 a 0. Não há registros de partidas contra o Japão e Argentina.

A goleada sofrida contra a Inglaterra pareceu um erro de percurso. Terão outra chance na França

Pirâmide do futebol feminino nacional

A Escócia conta com cinco divisões voltadas a modalidade, com um total de 88 clubes:

  • Primeira Divisão: Scottish Women’s Premier League 1 – oito clubes
  • Segunda Divisão: Scottish Women’s Premier League 2 – oito clubes
  • Terceira Divisão: Scottish Women’s Football League First Division – 24 clubes divididos em duas conferências
  • Quarta Divisão: Scottish Women’s Football League Second Division – 40 clubes divididos em quatro conferências
  • Quinta Divisão: Highlands and Islands League – oito clubes (fundada esse ano e, por isso, ainda não faz parte da pirâmide de maneira oficial)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close