Os estranhos no ninho da Copa Sul-Americana: Alajuelense 2006

México, país filiado a Concacaf, mas que desde 1998 disputara a Libertadores da América, ou seja, virou (infelizmente) um “membro sul-americano”. Clubes mexicanos são “normais” na América do Sul, mas a Copa Sul-Americana reservou a entrada de outros clubes da parte de cima das Américas.

Entre 2005 e 2008, três clubes usufruíram da bondade da Conmebol, disputaram a Copa Sul-Americana e ainda tiveram privilégios. Sem critérios permanentes para a classificação, os clubes eram convidados de acordo com diferentes competições da parte de cima das Américas. Mesmo com regalias, o retrospecto não foi bom: em quatro participações, apenas uma vitória, um empate e seis derrotas.

No nosso segundo texto, vamos falar sobre a participação da Alajuelense, da Costa Rica, na edição 2006.

2006 | Alajuelense

Oficialmente, a Alajuelense foi o primeiro clube não-mexicano da Concacaf a disputar um torneio sul-americano. Em 2000, dois anos depois da entrada mexicana na Libertadores, a Liga foi convidada para a disputa da Copa Merconorte, onde quase conseguiu vaga para a segunda fase no grupo que tinha Atlético Nacional, Necaxa (México) e Alianza Lima.

Seis anos se passaram e a Liga Alajuelense foi a convidada pela Conmebol para a disputa da Copa Sul-Americana 2006, como campeã da Copa Interclubes da UNCAF (União Centro-Americana de Futebol) do ano anterior. O clube costarriquenho entrou diretamente nas oitavas-de-final.

Quase todos os jogadores costarriquenhos do elenco rubro-negro tiveram ou teve passagem por alguma categoria da seleção, com destaque para atletas que participaram de Mundiais em 2002, 2006 e 2014, como os goleiros Permberton e Wardy Alfaro, o lateral Harold Wallace, os meias Wilmer López e Carlos Hernandéz e os atacantes Rolando Fonseca e Victor Nuñez.

Outro clube chileno teve a chance de enfrentar um “não-mexicano”, o Colo-Colo foi o adversário.

No agregado, sonoros 11 a 2 para os mapuches, de longe, o pior resultado entre os “estranhos no ninho”! No primeiro jogo, em Alajuela, nem mesmo a torcida ajudou, resultado final: Alajuelense 0 x 4 Colo-Colo.

Em Santiago, a goleada foi maior, 7 a 2 para os chilenos, com os gols da LDA marcados por Fonseca. Desde então, a Alajuelense não voltou a ter uma chance desse tipo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close