As versões alternativas de Corinthians x Cruzeiro, finalistas da Copa do Brasil

O paulista Corinthians e o mineiro Cruzeiro têm inúmeros confrontos na história, onde será incluído o confronto da decisão da Copa do Brasil. Com essa inspiração, fomos atrás de versões alternativas para esse jogo, pois as duas equipes possuem muitos homônimos espalhados pelo Brasil.

Nesse levantamento, consideramos apenas partidas disputadas entre xarás, ou seja, sem a adição de participação de dois clubes no mesmo campeonato, mas sem enfrentamento, ou estados que possuem duas agremiações com essa denominação em épocas diferentes.

Na nossa pesquisa, com base no site Futebol Nacional e RSSSF, encontramos três partidas com esses encontros diferentes: Distrito Federal, São Paulo e Sergipe. São histórias que demonstram um lado inusitado da nossa história futebolística.

Sporth Clube Corinthians x Cruzeiro Esporte Clube – Distrito Federal

Fundados em 1976, os homônimos se enfrentaram apenas uma vez na história. O futebol candango foi profissionalizado no mesmo ano que nasceram os clubes e no ano seguinte, o Torneio Imprensa abriu a temporada. O Corinthians, do Guará, e o Cruzeiro, da região administrativa de mesmo nome, se enfrentaram na penúltima semana da competição no estádio Pelezão, com vitória do Corinthians, por 2 a 0. O xará do time paulista ficou em terceiro, enquanto o Cruzeiro uma posição abaixo. O mais curioso era que o Cruzeiro surgiu como Flamengo, mas moradores da região pediram a mudança de nome para regionalizar e aproximar a torcida.

Esporte Clube Corintians de Casa Branca x Cruzeiro Futebol Clube – São Paulo

Em 1978, Cruzeiro, da cidade de mesmo nome, e o Corintians, de Casa Branca, estavam na quinta divisão estadual, que foi a primeira edição disputada na história do escalão. Segundo Fernando Martinez, editor do Jogos Perdidos e pesquisador da história do futebol paulista, as equipes “jogaram sim” e por duas oportunidades. No dia 18 de junho, o clube de Casa Branca recebeu o adversário e perdeu por 1 a 0. No returno, em 17 de agosto, o Cruzeiro venceu por 3 a 0, em casa. Eram 34 clubes no início da disputa, onde o Cruzeiro foi campeão ao final, enquanto o clube de Casa Branca permaneceu na divisão. O time de Casa Branca homenageava o xará da capital, mas o Cruzeiro nada tinha de homenagem, pois era da cidade homônima e ostentava o verde e branco como cores.

Corinthians Futebol Clube x Cruzeiro Futebol Clube – Sergipe

Dos confrontos é o mais nebuloso. No site Futebol Nacional nenhuma das equipes têm escudo ou fundação, mas aparecem como a única partida registrada do Campeonato Sergipano da Segunda Divisão de 1988. De acordo com a publicação, as duas equipes se enfrentaram no dia 23 de outubro do então ano. Simão Dias, cidade do Cruzeiro, foi a sede do encontro que terminou 3 a 1 para os xarás mineiros, com gols Ramiro e Nelsinho (duas vezes). Gilney marcou para o clube de Frei Paulo. São as únicas informações das equipes.

(Reprodução/Futebol Nacional)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close