Atlético Acreano: mais que uma mera participação – #AscendentesSérieC

Um trabalho a longo prazo, um treinador que conhece boa parte do elenco há uma década, um processo de modernização e a recolocação de um estado entre os 60 melhores clubes do Brasil. Esse é o Atlético Acreano, que será um grande desafio para os adversários que muitas vezes terão que atravessar o Brasil para enfrentá-lo. A participação do Galo Carijó é bem emblemática.

O primeiro trimestre

Decepção. Apesar do favoritismo colocado, o Atlético Acreano não conseguiu o que esperava: o título acreano e uma boa campanha na Copa Verde. No Acreano, a equipe não conseguiu chegar a final. Participou das duas finais de turno, mas foi derrotado por Galvez e Rio Branco. Na Copa Verde, o Galo foi eliminado na primeira fase pelo Santos, do Amapá. De positivo, o bom jogo contra o Atlético Mineiro, pela Copa do Brasil, com o empate em um gol.

Perspectiva e expectativa

Se manter! Seria como uma conquista de Copa do Mundo para o Atlético, caso a equipe consiga permanecer na divisão. Sonhar com segunda fase e acesso, o que seria fantástico, é necessário, mas a realidade não é essa. A equipe chega para a disputa com apenas uma troca no elenco, com Raphael Barrios saindo e Ruan chegando, ambos goleiros. A expectativa é que Álvaro Miguéis que conhece muito bem o elenco saiba tirar o máximo do time e que o trabalho de análise dos adversários seja bem feito para explorar as falhas. Dos 11 jogadores da partida de acesso, contra o São José, sete continuam: Diego, Alfredo, Leandro, Eduardo, Polaco e Rafael Barros, que formam a espinha dorsal da equipe (Weverton continua, mas está lesionado).

Time-base

Babau; Januário, João Marcos, Diego, Jeferson; Leandro, Kássio; Eduardo, Neto (Polaco) e Araújo Jordão; Rafael Barros | Treinador: Álvaro Miguéis

Craque

Rafael Barros | 26 anos – Atacante | Último clube: São Raimundo RR – 2017

História na Série C

Será a terceira participação do clube na Série C, mas a primeira no atual formato. Em 1992, o Galo ficou com o vigésimo lugar e três anos depois não fez boa campanha, terminando em 105° lugar. O Atlético não enfrentou nenhuma equipe do grupo A (ou B) nas disputas anteriores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close