Senegal 2002: o último jogador em atividade

Demorou, vamos combinar, mas Senegal está de volta a uma Copa do Mundo, com uma geração talentosa, mas sem resquício algum daquela seleção que em 2002 encantou o mundo, quando venceu a então campeã França no jogo de abertura, com o belo contra-ataque contra a Dinamarca e a alegria/tristeza do gol de ouro na fase final.

Quinze anos se passaram. O elenco que era comandado por Bruno Metsu tinha média de 25 anos, um bom número para uma continuidade que não ocorreu, com falhas nas eliminatórias seguintes.

A Revista Série Z foi atrás desse elenco para descobrir quantos continuam em atividade e vimos que há apenas um “herói solitário”!

Antes disso, vamos relembrar algumas características do elenco de 23 jogadores. O plantel formado naquela Copa era mesclado com jogadores de variadas idades, com o mais velho sendo Amara Traoré, que tinha 36 anos, quando jogava no Gueugnon, da França, e três atletas com 20 anos ou menos.

Apenas cinco atletas não entraram em campo durante a campanha: os goleiros Diallo e Sissokho, os meias Sylvain N’Diaye e Makhtar N’Diaye e o atacante Amara Traoré.

Dos 23 jogadores, apenas um continua na ativa e é ídolo do seu clube. Coincidente, Souley Camara era o jogador mais novo entre os convocados. O atacante tinha 19 anos quando disputou a Copa (fez 20 em dezembro de 2002), vinha de boa temporada com o Monaco, com 24 jogos disputados. Entre idas e vindas no Principado, passou por Guingamp e Nice, até começar uma história bonita no Montpellier em 2007. Há uma década, o atacante está no clube, onde está perto de completar 400 partidas pelo MHSC. Nesse período, por três temporadas foi o artilheiro do clube, em 2007/08, 2012/13 e 2015/16. As duas primeiras temporadas foram na Ligue 2, mas de lá saíram para conquistar a histórica taça da primeira divisão em 2011/12 e participar da Champions League na época seguinte. Aos 34 anos, Souley tem 11 partidas e três gols na atual temporada, com muito a oferecer ao torcedor. Dificilmente estará na Rússia em 2018, já que desde 2012 não é convocado. Com certeza será muito entrevistado pré-Mundial.

O treinador, o último na ativa e o craque na Malásia

Entre os convocados, separamos outros três jogadores que merecem destaque.

O primeiro é Aliou Cissé, volante/zagueiro do time, que fez quatro jogos em 2002. Ele continua na ativa, mas fora das quatro linhas e o diferencial, estará na Copa do Mundo 2018, pois é o treinador de Senegal nesse retorno. Ele parou em 2010, quando atuava no Nimes e assumiu a seleção após as Eliminatórias em 2014, para ter a redenção com uma geração considerada a mais forte entre os africanos classificados.

O atacante Henri Camara foi o último jogador daquele elenco a se aposentar. Em 2002, ele atuava no Sedan e entrou em campo quatro vezes com a camisa senegalesa, com dois gols marcados. Após anos na Inglaterra, em 2010, ele foi para o futebol grego onde atuou em cinco clubes, sendo o último o Apollon Smyrnis, em 2015/16, quando estava na segunda divisão grega. Assim se encerrou a carreira de Camara.

Senegal e 2002 é lembrar, para muitos, de El-Hadji Diouf, que brilhou pela ponta direita senegalesa. Surgia para o mundo, um novo craque, mas que não vingou como se imaginava, mesmo tendo a chance de atuar pelo Liverpool após a Copa. Em 2015, ele encerrou a carreira no Sabah FA, da Malásia.

Anúncios

Um comentário em “Senegal 2002: o último jogador em atividade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s