Confira todos os textos do Guia dos Debutantes da Europa 2017/18

 

Vinte e um clubes entraram em campo, pela primeira vez em primeiras divisões nacionais entre o meio de julho e o último fim de semana. Hoje, a Revista Série Z reúne todos os textos do primeiro Guia dos Debutantes da Europa, com os novatos da temporada 2017/18.

São várias histórias legais. De clubes centenários a equipes com um ano de fundação; clubes de cidades “estreantes” e outras que retomam a história; de grandes ligas, como Espanha e Itália, até ligas menores, como Azerbaijão e ligas com dois estreantes. São casos bem peculiares e interessantes.

Aproveite. Nós estamos fazendo a cobertura dos resultados no nosso Twitter, com a hashtag #DebutantesEuropa. Gostamos muito da ideia e iremos analisá-la para outras situações, como os campeonatos estaduais de 2018. Fiquem atentos.

Um ano de fundação e o acesso para a primeira divisão do Azerbaijão. Esse é o Sabail, que chegou, após a impossibilidade do campeão da “segundona” [Texto completo]

A equipe de apenas cinco anos de idade, aposta no clima antigo das arquibancadas, mas sempre com o pé atrás [Texto completo]

O “sessentão” Vitosha Bistritsa lembra muitos casos de ascensão no Brasil, quando se aposta em um base de anos [Texto Completo]

Uma mudança de nome para homenagear um tradicional clube provocou uma grande ascensão, mas agora é a hora de aprender com os erros de uma outro novato [Texto completo]

Um clube espanhol olhou para o NK Rudes e decidiu que com ele teria uma parceria de dez anos. É nisso, que o clube aposta para ficar na elite [Texto completo]

Uma cidade tinha cinco times na pirâmide do futebol da Dinamarca. Os clubes resolveram se fundir e o resultado é a chegada à elite nacional [Texto completo]

Você imagina um clube subindo para a primeira divisão e recusando a vaga? Pois bem, assim que o Ankaran subiu, para estrear na primeira divisão eslovena [Texto completo]

Impulsionado pela gestão do Manchester City, o Girona confia em uma boa temporada e os reforços demonstram isso [Texto completo]

Ficar na primeira divisão seria uma conquista heroica para o Amiens, que irá fazer de uma 16ª posição, um título [Texto completo]

Na segunda divisão grega, o Lamia teve uma defesa fantástica! Agora, o desafio é maior, com a troca de elenco e competitividade maior [Texto completo]

Pela primeira vez, a região que se encontra o clube terá duas equipes na primeira divisão. Quem é essa equipe? O tradicional Debrecen. Vencê-lo é um dos objetivos [Texto completo]

O complexo de “como é que vim parar aqui” é a luta do Benevento, que tem dois acessos seguidos na Itália. Um 16° lugar será um título para os feiticeiros [Texto completo]

A nossa proposta compõe toda a Europa, por isso, o Kosovo, também, está aqui, com a equipe mais alternativa do nosso guia [Texto completo]

Você sabia que Goran Pandev, campeão da Liga dos Campeões da Europa 2009/10, tem um clube na Macedônia? Pois bem, tem! [Texto completo]

O Sandecja quer fazer com que as oito rodadas finais da segunda divisão continuem ativas na elite, para conseguir se manter sem sustos, mesmo que fique no “grupo de rebaixamento” [Texto completo]

A história do Juventus é bem curiosa, não apenas pelo escudo e nome, mas por “ter se perdido” na história do futebol romeno. O clube é outro que tem um desafio citadino [Texto completo]

Há seis anos, o clube era fundado e a consequência foi uma ascensão histórica até chegar à primeira divisão, tentando evitar o efeito iô-iô [Texto completo]

O SKA irá representar o leste russo, o único da região na Premier League. As viagens serão longas para os adversários. Essa é uma das apostas: aproveitar o cansaço deles para vencer em casa [Texto completo]

Da primeira parte do nosso guia, o Tosno é o que mais chama atenção pelo período entre fundação e chegada à primeira divisão: quatro anos [Texto completo]

Na década de 1930, o Macva Sabac participou de uma edição da primeira divisão da Iugoslávia. Demorou, mas agora, a equipe voltar a ter esse status, mas agora na Sérvia [Texto completo]

Não confunda o Malatyaspor com o Yeni. Vinte anos mais novo que o conterrâneo, a equipe disputará a primeira Süper Lig, com um pouco de França no elenco [Texto completo]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s