Vitosha Bistritsa: há dez anos, a quarta divisão era a realidade – #DebutantesEuropa

Criado em 1958, o Vitosha Bistritsa durante quase 40 anos foi um clube que disputava as divisões regionais, a quarta divisão para baixo. Em 2007, a equipe subiu para a terceira divisão, a V Group, sendo que nessas dez últimas temporadas, ficou por lá por oito anos. Nas duas participações na segunda liga, um rebaixamento e o acesso da temporada passada.

Da terceira para a primeira

Em 2015, Kostadin Angelov assumiu o comando técnico do Vitosha, para a disputa da terceira divisão, onde a equipe ficou com o vice-campeonato. Logo na primeira temporada de volta ao segundo nível (primeira participação foi em 2013/14), a equipe ficou com o 3º lugar, garantindo vaga nos playoffs, onde venceu o Neftochimic, por 1 a 0. O acesso inédito estava concretizado.

A equipe não mudou muito, com a permanência de jogadores importantes, que formam a base da equipe desde 2015, com os defensores Yordan Varbanov (37 anos), Kristiyan Uzunov (28), Ventsislav Bonev (37); os meias Georgi Amzin (25) e o capitão Chetin Sadula (30), e o atacante Stefan Hristov. O elenco é formado apenas por búlgaros, com exceção do nigeriano Pol Otofe, autor do gol de acesso.

No gol, o elenco ganhou o reforço de Mihail Ivanov, que estava no Robur Siena, da terceira divisão italiana, que retorna após uma temporada fora; o atacante Daniel Kutev, que estava no futebol grego; mas as duas contratações que mais chamam atenção são: o meia experiente Daniel Peev, com grande experiência na primeira divisão, e o jovem atacante Grigor Dolapchiev, o maior destaque do Spartak Pleven, que foi rebaixado na segunda liga. A confiança é que o entrosamento seja o diferencial para ganhar pontos na primeira parte do Nacional, ainda mais sem o acanhado estádio para ser mandante.

O craque

Chetin Sadula | meio-campo, 30 anos

Formado nas categorias de base do Levski Sofia, Sadula formou carreira em clubes menores da Bulgária. Capitão do Vitosha Bistritsa, o meia está no clube desde 2013, com mais de 100 jogos e 20 gols. Baixo, Chetin é o cérebro da equipe.

Estádio

Bistritsa Stadium (2.000 pessoas), mas irá atuar no Vasil Levski National Stadium (43.230 pessoas), pois o está não teve a licença para atuar

Curtir

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s