NK Rudeš: um pedaço de Espanha na liga croata – #DebutantesEuropa

Fundado em 1957, o Nogometni Klub Rudeš carrega o nome de um bairro de Zagreb, capital croata, que por anos nunca imaginou que disputaria a primeira divisão nacional. Em 2009, a equipe começou a sua saga de estabilidade na Druga HNL, a segunda divisão, até montar um projeto consistente para chegar a elite, mas tudo isso com um toque espanhol, que deve contribuir para uma nova era da equipe.

O Alavés croata

Você com certeza deve ter ouvido falar sobre o City Football Group, gestora do Manchester City e de outras tantas equipes pelo mundo, que tem muito dinheiro para investir e dominar o mercado, mas o caso do NK Rudeš é inusitado, pois o Alavés é a equipe-parceira do clube, mediante acordo de colaboração, em acordo válido por 10 anos.

Costurado desde novembro passado, a parceria foi sacramentada em junho de 2017, após o título da segunda divisão croata, com três ações imediatas: a contratação do espanhol Iñaki Alonso para o cargo de treinador; o anúncio da Kelme como nova fornecedora de material esportivo (a mesma do Alavés) e o empréstimo de jogadores espanhóis para o clube croata. Os primeiros reforços que hablan foram o zagueiro Antonio Glauder, vindo do Espanyol “B”, e o atacante Juan Entrena, do Granada, que fez quatro partidas no profissional. Os dois, com 21 anos, assinaram por três temporadas com o Alavés e foram cedidos por uma ao Rudeš, o que mostra a intenção da equipe basca.

O próprio elenco do NK Rudeš será formado por muitos jovens, com apenas três atletas (segundo o site do clube, até o fechamento desse texto) nascidos nos anos 1980. A Croácia como ótima exportadora que é, também, foi motivo da escolha. O NK Rudeš não brigará pelo título, obviamente, mas parece consistente a ponto de ficar na elite por muitas temporadas (ou por 10 anos), quem sabe lutando por vagas nas preliminares da Liga Europa, incluindo a atual temporada.

O craque

Perica Sare | zagueiro, 27 anos

Ele não tem o perfil de craque, mas é um dos mais experientes do grupo e conhece bem como é ser de um clube menor da primeira divisão croata. Na temporada passada, o zagueiro (e lateral-esquerdo) de 1,90m, começou a temporada no HNK Cibalia e a terminou no Rudeš, onde ajudou a equipe a subir de divisão.

Estádio

Igralište Rudeša (1.000 pessoas – foto), mas na primeira divisão terá que atuar no Kranjčevićeva (8.850)

Curtir

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s