[Copa Ouro 2017] Guiana Francesa: Malouda e mais dez

Assim que a preparação da Guiana Francesa para a Copa Ouro começou, o que mais chamou atenção foi a presença de um rosto conhecido, que participou de Copa do Mundo. Era Florent Malouda, ex-Lyon, Chelsea e seleção francesa, que nasceu no território pertencente à França e no fim da carreira (se é que não terminou) irá servir a seleção natal. Como a Guiana Francesa não é filiada à FIFA, não há impedimento na ação de Malouda, pois a federação local é associada à Concacaf.

A seleção é dividida entre jogadores que atuam na França (12) e Guiana Francesa (9). Da liga local, o US Matoury conta com cinco atletas, um dos clubes que mais mandou jogadores para o continental. Da França, destaque para dupla do Guingamp, Shaquille Barnwell (time B) e Sloan Privat, além do goleiro Donovan Léon, do Brest. Com um elenco com média de 27 anos, que mescla juventude e experiência, a seleção verde e amarela busca deixar uma boa impressão na estreia e na que pode ser a única participação na Copa Ouro, pois há um interesse da federação em se filiar a Conmebol, após a disputa.

Perspectiva

No grupo mais equilibrado da Copa Ouro 2017, a Guiana Francesa terá dificuldades, mas não deve passar por nenhum vexame. Contra o Canadá, um jogo-chave para tentar uma vaga como um dos dois melhores terceiros colocados. A (possível) falta de conhecimento da equipe por parte de Honduras e Costa Rica, pode ser um fator surpresa nestes confrontos.

Clique nas imagens abaixo, para ler sobre as duas outras seleções

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Add this code before the tag: