Mulheres em campo #1: decisão no DF e início do Cearense Sub-20 e Potiguar

No fim do ano passado, a nossa sétima edição trouxe um levantamento dos fatos que ocorreram no futebol feminino de cada estado. Alguns estados apresentam um trabalho adiantado, outros surpreendem, mas em certas regiões, o trabalho não desenvolve pela falta de um apoio sério das federações, que possibilite aos clubes terem um campeonato digno.

Para esse ano, com atraso, vamos acompanhar mais de perto, o que ocorre no futebol feminino de cada estado, sendo que já há um ótimo trabalho de cobertura pelas mídias independentes dos campeonatos nacionais e internacionais.

O formato desses textos serão mais noticiosos que os apresentados aqui, com um foco de passar o que está sendo feito a cada semana, além de uma cobertura “em tempo real” no Twitter (@revistaseriez). Vamos conferir:

Primeiro título estadual feminino sairá no Distrito Federal

Ceilândia ou Minas/ICESP? Qual equipe será campeã do Campeonato Candango 2017? Nós iremos saber a partir das 13 horas, deste sábado (6), no estádio Mané Garrincha. A partida será preliminar a final masculina e tem entrada custando R$ 10.

A edição 2017 contou com a participação de cinco equipes, que se enfrentaram em turno único na primeira fase, com o Minas/ICESP vencendo as quatro partidas e o Ceilândia em seguida, com três vitórias. Na primeira fase, o Minas venceu o Ceilândia, por 4 a 0. Nas semifinais, as duas equipes não tiveram dificuldades para chegar a final, com o Minas/ICESP fazendo 9 a 2 (agregado) no Gama e o Ceilândia 14 a 2 (agregado) no São Sebastião. A final será definida em jogo único e a as campeãs garantem vaga na seletiva do Brasileirão Série A-2 2018.

O perfil do Minas/ICESP no Facebook transmitirá a partida, ao vivo.

No Ceará, o primeiro estadual sub-20 tem início

Uma das notícias mais comemoradas pelos adeptos do futebol feminino neste início de ano foi a implementação do inédito Campeonato Cearense Sub-20, uma oportunidade para novas atletas surgirem no estado.

Anjos do Céu, Fortaleza, Menina Olímpica, Terra e Mar Clube (Fortaleza), Itarema (Itarema), Pindoretama (Pindoretama), ONG Miguel Vicente Neto-MVN (Maranguape) e São Gonçalo (São Gonçalo do Amarante) lutarão pelo título. . A primeira rodada conta com três jogos neste sábado e um no domingo, que podem ser vistos, clicando aqui. Fica a expectativa para que alguns jogos sejam transmitidos no canal no Youtube da FCF.

Na primeira fase, as oito equipes se enfrentam em turno único, com as quatro melhores se classificando às semifinais, que serão disputadas em dois jogos. A final será realizada em jogo único, dia 2 de julho.

Campeonato Potiguar retorna após uma temporada sem disputa

Em 2016, o União, campeão estadual de 2015, teve apenas duas partidas oficiais, válidas pela Copa do Brasil, isso, pois não houve Potiguar Feminino no ano passado. A equipe, que vem tendo os melhores resultados dos últimos anos, é a favorita no retorno da disputa.

Cinco equipes participarão da edição: Alecrim (Natal), Cruzeiro, União (Macaíba), Globo (Ceará Mirim) e Parnamirim (Parnamirim). Dessas apenas, o União e o Parnamirim disputaram em 2015, ano que teve o mesmo número de clubes. Ponto positivo: o aumento no número de jogos, com dez partidas, para todas as equipes. O campeonato será disputado no formato de pontos corridos, em turno e returno. Os jogos serão realizadas em rodadas duplas, sendo a primeira neste domingo (7), no Frasqueirão, com Alecrim x Globo e o dérbi macaibense, às 13h30 e 15h30, respectivamente. As campeãs disputam a seletiva da Série A-2 2018.

No Mato Grosso do Sul não teremos campeonato

Pelo segundo ano consecutivo, o Sul-Matogrossense Feminino não será realizado. Para esta temporada, apenas o Comercial mostrou-se apto e regulado para a competição, com isso está garantido na seletiva da Série A-2 2018. A Serc, de Chapadão, e o Operário tinham intenção na disputa, mas descontinuaram o desejo.

Quais campeonatos já começaram?

Espírito Santo, São Paulo (adulto e sub-17) e Pernambuco já contam com estaduais femininos em andamento. No Sergipe, o site da federação local mostra que o campeonato foi iniciado, mas não há atualização sobre resultados.

Dos outros 19 estados, dez contam em seu calendário com estadual feminino: Bahia, Alagoas, Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. No Maranhão, Paraíba, Piauí, Roraima, Tocantins, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Goiás e Mato Grosso não encontramos algum tipo de registro sobre a intenção.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s