Com golaço de Léo Maringá, MFC goleia o União Beltrão

Classificados à próxima fase, Maringá e União entraram em campo, nesta quarta-feira (12), no estádio Willie Davids, querendo ficar o mais alto possível na tabela da Divisão de Acesso, pois as posições determinam os chaveamentos da segunda fase. Do lado mandante, alguns desfalques, como Lélo e Marco Aurelio, enquanto no lado visitante duas presenças chamavam atenção, o treinador Ivair Cenci, conhecidíssimo pela torcida maringaense e o volante Wellington Monteiro, campeão mundial e da Libertadores em 2006, com o Internacional.

O jogo começou com o União no ataque tentando aproveitar os primeiros minutos para fazer o gol e depois se defender, uma característica dos times de Cenci, que colocou o time para defender com um linha de cinco, usando Wellington Monteiro como líbero e com marcação individual de Julio, em certos momentos, em cima de Maikinho. Fernando Marchiori, do Maringá, continuou apostando no esquema híbrido, com 4-4-2 na defesa e 4-2-3-1 no ataque, mas sem um centroavante de referência, tendo que colocar Paulo Morais, mais leve e baixo, como um falso nove.

A primeira grande chance da partida foi com o União, que em jogada pela direita, a bola foi cruzada na área, passou por toda extensão, até chegar em Leandrinho que de primeira chutou para Dheimison segurar. A partir do segundo terço da etapa inicial, o Maringá passou a colocar a bola no chão e dominar a partida, até que aos 30’, em confusão na área, a bola é chutada, rebatida por Alemão, Anderson tirou do goleiro e fez o primeiro do Maringá.

Sete minutos depois, o golaço do jogo. Em cobrança de falta, Léo Maringá chutou, a bola fez bela curva e de uma hora para a outra caiu no ângulo, sem chances para o arqueiro adversário.

O União sentiu o golpe, até teve uma chance inusitada, em cobrança de falta: Igor cobrou, a bola foi alta e bateu na parte “de cima” do travessão. Logo depois, Paulo Morais, pelo lado (onde rende mais) esquerdo fez bela jogada, tirou o defensor e tocou para Rodrigo Jesus tocar para o fundo da rede e determinar os 3 a 0 do primeiro tempo.

No segundo tempo, a expectativa era para que o Maringá continuasse concentrado, mesmo que fosse possível certo relaxamento na parte ofensiva. Felipe Leitão, aos 7’, teve boa chance em chute cruzado. O início da etapa foi equilibrado, mas o Maringá conseguia neutralizar o adversário e criar chances.

A partir dos 30 minutos, o União tentou sair mais para o jogo, para tentar diminuir. Satisfeito com o resultado, o Maringá se posicionou na defesa para tentar ampliar no contra-ataque e aproveitou para forçar amarelos, para poupar jogadores na última rodada. Até que aos 43’, a bola vem da direita, para Lucas Vieira, sem goleiro, tocar para o gol e finalizar o placar: Maringá 4 x 0 União.

Na última rodada, o Maringá joga fora de casa contra o Iraty, enquanto o União recebe o Apucarana Sports. Os dois jogos serão realizados no domingo (16), às 15h30. Toda última rodada será nessa data e horário, incluindo a partida dos desesperados Grêmio Maringá x Andraus, que a Série Z irá acompanhar!

Maringá 4 x 0 União

Maringá: Dheimison; Rhuan, Anderson, Egon, Prego; Fabrício, Léo Maringá (Hildo), William, Rodrigo Jesus (Felipe Leitão) e Maikinho; Paulo Morais (Lucas Vieira). T: Fernando Marchiori

União: Alemão; Julio, Tião, Wellington Monteiro, Casimiro (Gean), Igor; Felipe, Sato, Willian (Vornazari) e Leandrinho (Samuel); Thiago Henrique. T: Ivair Cenci

Regional Willie Davids, Maringá (PR) | Quarta-feira, 13/04/2017, 20 horas

Árbitro: Danilo Simão Lagroteria Oliveira Faria | Assistentes: Flavio Augusto Alves e Adolfo Ferreira Borges

Gols: Anderson (30’1T), Léo Maringá (37’1T), Rodrigo Jesus (43’1T) e Lucas Vieira (43’2T)

Cartões amarelos: Léo Maringá, Hildo, Paulo Morais (Maringá), Casimiro, Willian e Wellington Monteiro (União)

Público e renda: 945 total | R$16.910,00

Anúncios

Um comentário em “Com golaço de Léo Maringá, MFC goleia o União Beltrão

  1. Bonita faixa da foto principal: JOGO DO MARINGÁ, CAMISA DO MARINGÁ.
    Vocês bem que poderiam fazer uma reportagem sobre a resistência dos torcedores locais em torcer pelas equipes de Maringá. Tem até na net uma página chamada Revolução Maringaense, com torcedores gremistas. Tem também um cara na cidade que torce pelo Maringá FC, com a maior coleção de uniformes do interior do Estado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s