As maiores goleadas da Série D

*Atualizado no dia 11 de julho de 2023, às 10h17

Mais dez edições e muitas goleadas. A Série D nos proporciona placares elásticos! Entre todos campeonatos já realizados, apenas em 2009, a primeira quarta divisão, não tivemos um placar com cinco gols de diferença. Nas outras, em todas tivemos tal resultado. O Brasiliense chegou ao topo das goleadas com um 10×0, se transformando no maior placar das história de todas as divisões! As goleadas astronômicas aumentaram de 2020 para cá!

1° – 10 x 0

Brasiliense x Interporto (2023)


2° – 9 x 0

São Caetano 0x9 Pelotas (2020)


3° – 10 x 2

Trem 10×2 Náutico-RR (2022)

4º – 9 x 1

Plácido de Castro 9×1 Vila Aurora (2011) | ABC 9×1 Caucaia (2021)


6º – 8 x 0

Atlético Acreano 8×0 Náutico-RR (2016) | América-RN 8×0 Serrano-PB (2019) | Mirassol 8×0 Nacional-PR (2020) | Ferroviária 8×0 URT (2022) | Porto Velho 8×0 Náutico-RR (2022)


11° – 8 x 1

Santos 8×1 Plácido de Castro (2018) | América 8×1 Crato (2022) | Iporá 8×1 Interporto (2023)

14° – 7 x 0

ABC 7×0 Jacyobá (2020) | Itabaiana 7×0 Jacyobá (2020) | Cabofriense 7×0 Nacional-PR (2020) | Ferroviária 7×0 Águia Negra (2021) | Sousa 7×0 Caucaia (2021) | Afogados 7×0 São Paulo Crystal (2022) | Anápolis 7×0 Interporto (2023) | Real Ariquemes 0x7 Ceilândia (2023)

22º – 7 x 1

River x Guarany de Sobral (2014) | Galvez 7×1 Independente Tucuruí (2020) | São Raimundo-RR 7×1 Atlético Acreano (2021)


Uma resposta para “As maiores goleadas da Série D”

  1. faltou a final de 2017…. 5 a 0 pro Operário sobre o globo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: