Operário-PR é o 62º clube classificado para a Série D 2017

cabecalho-serie-d

Já se passaram nove dias do final da Série D 2016, que consagrou o Volta Redonda campeão, e também, CSA, São Bento e Moto Club que garantiram o acesso à Série C 2017. Antes mesmo das definições desta temporada, a próxima edição da quarta divisão se desenhava, chegando neste domingo (9), ao 62º clube classificado.

Dessa vez, o Operário, de Ponta Grossa, garantiu a vaga na divisão ao se sagrar campeão da Taça FPF, ao vencer por 1 a 0, dentro de casa, o Andraus (isso mesmo, o clube de Campo Largo era o outro postulante a vaga), no jogo de volta, realizado no Germano Krüger.

O título veio para salvar o ano do Fantasma. Campeão paranaense de 2015, o clube foi rebaixado na atual temporada, frustrando a torcida local. A equipe teve boa participação na Copa do Brasil, no qual o elenco teve que ser boa parte desfeito para que uma nova equipe fosse formada, pois a Taça FPF aceita apenas jogadores com até 23 anos. O título e a volta à Série D, da qual disputou em 2015 perdendo o acesso para o Remo, é a tentativa de demonstrar que o rebaixamento foi apenas um ponto fora da curva na organização.

A campanha da equipe foi tranquila. Na primeira fase, cinco vitórias, com direito a um 9 a 0 sobre a Portuguesa Londrinense, e um empate, o que garantiu a liderança e a vaga direta para a semifinal, onde passou pelo Foz, após um empate fora e a vitória dentro de casa. Na final, contra o surpreendente Andraus, a equipe empatou sem gols no Ecoestádio e pôde vibrar em casa, com a vitória pelo placar mínimo.

Restam agora, apenas seis vagas para a próxima edição, que a Série Z atualizará a cada final de semana decisivo. Confira quem são as equipes qualificadas para a Série D 2017, com destaque para as novas equipes (em negrito) e as vagas que restam com as equipes que têm chance de classificação (em itálico).

Rebaixados Série C 2016: América-RN, Portuguesa, River e Guaratinguetá

Acre: Atlético Acreano e Rio Branco

Amapá: Santos e Trem

Amazonas: [campeão e vice do Estadual 2016 – Fast Clube, Nacional, Princesa, São Raimundo, Manaus e Rio Negro]

Pará: São Raimundo e São Francisco

Rondônia: Rondoniense e Genus

Roraima: Baré e São Raimundo

Tocantins: Gurupi e Tocantins de Miracema

Gurupi se tornou o maior campeão estadual da era profissional (Foto: Reprodução/Portal Gilberto)
Gurupi se tornou o maior campeão estadual da era profissional (Foto: Reprodução/Portal Gilberto)

Alagoas: Murici e Coruripe

Bahia: Juazeirense, Galícia (a vaga do Galícia ainda gera dúvidas, mas aqui utilizamos o fato dos clubes via Estadual conseguirem vaga para a próxima edição. O Fluminense de Feira ficou na frente do clube no Baiano, mas já estava classificado para a “Quartona” via Copa do Governador. Assim, a dúvida fica. Entramos em contato com a Federação Baiana de Futebol por duas vezes para saber a posição oficial da entidade, que em nenhum momento respondeu as nossas solicitações) e [campeão da Copa do Governador 2016 – Atlântico, Atlético, Fluminense de Feira, Jacobina, Jacuipense, Pituaçu, Portela Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista]

Ceará: Uniclinic e Guarani de Juazeiro

Maranhão: Maranhão e Cordino

Paraíba: Campinense e Sousa

Pernambuco: América, Central e Serra Talhada

Piauí: Altos e Parnahyba

Rio Grande do Norte: Potiguar e Globo

Sergipe: Itabaiana e Sergipe

Distrito Federal: Ceilândia e Luziânia

Goiás: Anápolis, Aparecidense e Itumbiara

Mato Grosso: Sinop e Araguaia

Mato Grosso do Sul: Sete de Dourados e Comercial

Espírito Santo: Desportiva e [vencedor da Seletiva estadual, que terá Espírito Santo, Real Noroeste e os dois melhores da Copa ES, o Rio Branco e Atlético Itapemirim]

Minas Gerais: URT, Caldense e Villa Nova

Rio de Janeiro: Boavista, Bangu e [campeão ou vice da Copa Rio – Portuguesa, Itaboraí, Friburguense e Resende]

São Paulo: Osasco Audax, São Bernardo, Red Bull Brasil e [campeão ou vice da Copa Paulista – São Carlos, XV de Piracicaba, Penapolense, Água Santa, Ferroviária, Catanduvense, Votuporanguense, Nacional, Comercial, Rio Claro, Mirassol e São Caetano]

Red Bull Brasil entrou na Copa Paulista para ter a vaga na D 2017, mas a vaga caiu no colo com o acesso do São Bento (Foto: Reprodução/Futebol Interior)
Red Bull Brasil entrou na Copa Paulista para ter a vaga na D 2017, mas a vaga caiu no colo com o acesso do São Bento (Foto: Reprodução/Futebol Interior)

Paraná: J.Malucelli, PSTC e Operário

Rio Grande do Sul: São José, São Paulo e Novo Hamburgo

Santa Catarina: Inter de Lages, Metropolitano e Brusque

Anúncios

2 comentários em “Operário-PR é o 62º clube classificado para a Série D 2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s