Revista Série Z BOLA DE CAPOTÃO,BRASIL,ISLÂNDIA O dia em que o Brasil goleou a Islândia e foi vaiado

O dia em que o Brasil goleou a Islândia e foi vaiado



Anúncios

*Atualizado em 30 de agosto de 2022, às 14h36

Seis a um foi pouco? Era 7 de março de 2002, três meses antes da conquista do pentacampeonato mundial. O (demolido) estádio José Fragelli, o Verdão, em Cuiabá, recebeu quase 30 mil pessoas para o amistoso contra a Islândia. Sim, a xodó da Euro 2016 e Copa do Mundo 2018 veio até a quente capital mato-grossense para enfrentar a seleção que se preparava para a Copa do Mundo.

A maioria da seleção islandesa convocada era composta por jogadores amadores, pois pôde contar apenas com atletas que atuavam no futebol local ou na Noruega, já que não se tratava de Data FIFA.

A seleção brasileira foi a campo com: Marcos; Cris, Anderson Polga e Juan; Belletti, Gilberto Silva, Kléberson, Kaká e Paulo César; Edílson e França. Apenas jogadores que atuavam no futebol brasileiro foram chamados. O esquema 3-5-2 não foi muito bem aceito na época para enfrentar a então desconhecida Islândia. Anderson Polga abriu o placar no começo da partida, mas até o segundo tento marcado por Kléberson, aos 20 minutos, as vaias tomaram conta do estádio, impaciente com o resultado.

Para o segundo tempo, Felipão tirou Cris e colocou Marques, ao lado de Washington e Edílson. O time ficou mais ofensivo e os outros quatro gols saíram, mas a atuação não agradou a torcida da mesma forma, já que o confronto era tratado como “vestibular” para a Copa. A imprensa caiu em cima da atuação. Ainda sob vaias, Steinsson fez o de honra. E mais vaias foram ouvidas.

Anúncios

E a seleção da Islândia? Em uma pesquisa para conferir os jogadores que participaram do jogo não foi possível encontrar a lista completa de convocados, mas temos os 16 jogadores que entraram em campo. Na data da primeira publicação, dois jogadores estavam na ativa, mas se aposentaram meses ou anos depois.  Confira a escalação e o que aconteceu com cada um deles:

Titulares

Árni Arason – goleiro: se aposentou em 2012 jogando pelo Lierse. Disputou as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002, 2006 e 2010 e Euro de 2000, 2004, 2008 e 2012;

Hjalmar Jonsson – zagueiro: se aposentou pelo IFK Goteborg em 2016, ano da publicação original do texto. Disputou as eliminatórias para a Copa de 2006, 2010 e 2014 e Euro 2008;

São 14 anos de IFK Goteborg. Esse é Hjalmar Jonsson (Foto: IFK Goteborg)
Foram14 anos de IFK Goteborg. Esse é Hjalmar Jonsson (Foto: IFK Goteborg)
Anúncios

Gunnlaugur Jónsson – zagueiro: se aposentou em 2009 no UMF Selfoss, da Islândia. Atualmente é treinador do ÍA Akraness, da primeira divisão islandesa. Disputou as eliminatórias para a Copa do Mundo de 1998;

Grétar Hjartarson – meio-campo: se aposentou em 2014 pelo Reynir Sandgerdi, da Islândia;

Einar Daníelsson – meio-campo: aposentou-se em 2006 pelo IF Grótta, da Islândia. Disputou as eliminatórias para a Copa do Mundo de 1994, 1998 e 2010 e Euro de 1996 e 2000;

Baldur Adalsteinsson – meio-campo: se aposentou em 2018 quando jogava pelo Völsungur, da terceira divisão nacional. Quando publicamos originalmente, ele estava no KFG, que disputava a 4. deild karla, quinta divisão islandesa. Participou das eliminatórias para a Euro 2008;

Anúncios

Ólafur Örn Bjarnason – meio-campo: se aposentou em 2013, atuando pelo Fram Reykjavik, da Islândia. Disputou as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002 e 2006 e Euro de 2000, 2004 e 2008;

Ólafur Stígsson – meio-campo: aposentou-se em 2011, pelo Ellidi, da Islândia. Disputou as eliminatórias para a Euro de 2004;

Þórhallur Jóhannsson – meio-campo: se aposentou em 2005, atuando pelo Fylkir, da Islândia;

Haukur Gudnason – atacante: aposentou-se em 2012, pelo Grindavik, da Islândia. Passou pelo Liverpool entre 1997 e 1999. Disputou as eliminatórias para a Euro de 2004;

Sævar Gíslason – atacante: aposentou-se em 2011, pelo UMF Selfoss, da Islândia;

Reservas

Ólafur Gunnarsson – goleiro: aposentou-se em 2011, pelo Thróttur, da Islândia;

Grétar Steinsson – zagueiro: se aposentou em 2013 atuando no Kayserispor, da Turquia. Disputou as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006, 2010 e 2014 e Euro 2008 e 2012;

Quando fez o gol de honra naquele amistoso, Steinsson era jogador do ÍA Akraness. Passou pela Suíça e Holanda, até chegar no Bolton, onde ficou entre 2008 e 2012 (Foto: Action Images)
Quando fez o gol de honra naquele amistoso, Steinsson era jogador do ÍA Akraness. Passou pela Suíça e Holanda, até chegar no Bolton, onde ficou entre 2008 e 2012 (Foto: Action Images)
Anúncios

Sigurvin Olafsson – meio-campo: aposentou-se em 2013, pelo KV, da Islândia. Participou das eliminatórias para a Euro de 1998);

Guðmundur Steinarsson – atacante: se aposentou em 2015, quando atuava pelo UMF Njardvik, da terceira divisão islandesa. Disputou as eliminatórias para a Copa de 2010;

Thorvaldur Sigbjörnsson – atacante: aposentou-se em 2006 pelo Valur, da Islândia.

Deixe uma resposta

TopBack to Top
%d blogueiros gostam disto: