Terceirona Paranaense: 2015 e 1991

Em 1991, foi realizada pela primeira vez, o Campeonato Paranaense da Terceira Divisão. Por ser uma novidade, apenas quatro clubes disputaram a edição: o campeão Ubiratã, o vice Caxias (Palmas), o terceiro colocado Náutico (Jacarezinho) e o Cambé. Os dois primeiros garantiram o acesso, mas decidiram não participar da Segundona (chamada Divisão Intermediária) de 1992.

Os anos passaram. Depois daquela edição, apenas em 1997, a divisão foi retomada e assim ficou até 2003. Por quatro anos, a Terceirona não foi disputada. Em 2008, voltou para ficar. A Terceirona Paranaense já teve entre seis (em 2003 e 2009) e quinze (em 2000) participantes, excetuando as edições de 1991 e 2015. São mudanças “normais” tendo em vista as últimas divisões estaduais brasileiras.

Em 2015, o Andraus se sagrou campeão da Terceirona. (Foto: Leonardo Bonassoli/Futebol Metrópole)
Em 2015, o Andraus se sagrou campeão da Terceirona. (Foto: Leonardo Bonassoli/Futebol Metrópole)

Estas idas e vindas fizeram com que se pensasse se era ou não necessária tal divisão, mas fato é, que 24 anos depois da primeira edição, o campeonato volta a ter quatro clubes. Nesta quinta-feira (18), o arbitral da competição foi realizado, com o Cambé, Cascavel CR, Colorado e Grêmio Maringá confirmando presença no certame.

As equipes se enfrentam em dois turnos. Os dois melhores da primeira fase garantem o acesso e a vaga na final, que será disputada em dois jogos. A tabela será divulgada pela Federação Paranaense de Futebol (FPF) no dia 30 de junho, dois meses antes do início da competição, dia 30 de agosto.

Cambé, Cascavel CR, Colorado e Grêmio Maringá disputam Terceirona 2015.
Cambé, Cascavel CR, Colorado e Grêmio Maringá disputam Terceirona 2015.

Entre os clubes, apenas o Cascavel CR disputou algum campeonato em 2014, quando terminou na sexta e penúltima colocação da Terceirona. O Colorado quase subiu para a elite estadual em 2013 e no ano seguinte, desistiu da disputa da Divisão de Acesso. O Grêmio Maringá, que carrega o nome dos campeões estaduais na década de 1960 e 1970, participou pela última vez de uma competição em 2013, quando foi lanterna da Divisão de Acesso. O CA Cambé (não confundir com o Cambé CA, que se fundiu com a Portuguesa Londrinense) fez sua última aparição em 2012, quando ficou na primeira fase da Terceirona.

Entre os clubes “aptos” a disputa, como o Grecal e Sport Campo Mourão, que disputaram a edição 2014 e o São José que desistiu da Divisão de Acesso em 2014, nenhum deles participará. Além desses, o CE União, de Francisco Beltrão e a Liga Iguaçuense, de Foz do Iguaçu apareceram como candidaoas a participarem da edição.

Agora é esperar o curto campeonato começar. Competição que oferece no mínimo, seis jogos e no máximo, oito, para saber quem fica com a possibilidade de um calendário maior em 2016 e “apostar” quantos clubes disputarão a Terceirona 2016, que já tem Francisco Beltrão e Batel “garantidos”.

ATUALIZAÇÃO: Conforme comentado abaixo, pelo leitor Rodrigo, segundo o livro “Futebol do Paraná – 100 anos de História” (Heriberto Ivan Machado e Levi Mulford Chrestenzen), a competição contou com 13 equipes: Tabu (Clevelândia); CESUM (Medianeira); Caramuru (Chopinzinho); Caxias (Palmas); União (Francisco Beltrão); Ubiratã (Ubiratã); União (Quedas do Iguaçu); Jandaia (Jandaia); Caramuru (Castro); Nacional (Rolândia); Cambé (Cambé); Náutico (Jataizinho); e Cruzeiro (Loanda).

Anúncios

4 comentários em “Terceirona Paranaense: 2015 e 1991

  1. Caros colegas do Série Z, acho muito interessante a iniciativa de vocês, de darem atenção aos pequenos, porém algumas matérias precisam de uma pesquisa mais elaborada. A matéria acima afirma que na edição de 1991 apenas 04 equipes disputaram o torneio. Contudo no livro “Futebol do Paraná – 100 anos de História” de autoria dos pesquisadores Heriberto Ivan Machado e Levi Mulford Chrestenzen, na página 497, fornece uma lista de participantes de 13 (treze) equipes: Tabu (Clevelândia); CESUM (Medianeira); Caramuru (Chopinzinho); Caxias (Palmas); União (Francisco Beltrão); Ubiratã (Ubiratã); União (Quedas do Iguaçu); Jandaia (Jandaia); Caramuru (Castro); Nacional (Rolândia); Cambé (Cambé); Náutico (Jataizinho); e Cruzeiro (Loanda). Fica a dica. Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s