Tem camisa de clube extinto, sim!

Estrela da Saúde, Municipal de Paraguaçu, Progresso de Nova Odessa, Piracicabano, Montealtense, Rinópolis, Bancário, Usina Paredão, Irmãos Romano… Clubes paulistas que participaram de competições profissionais, mas que não existem mais. Pelo menos dentro de campo, mas no imaginário de alguns, ainda permeia.

Foi assim, que em 2011, a Aktion, empresa de materiais esportivos, sediada em Tupã, interior paulista criou a coleção Clubes Extintos. Antônio Salgado, proprietário da empresa, decidiu embarcar na ideia que veio das redes sociais. “A ideia surgiu depois de vários pedidos de internautas, onde nos perguntavam constantemente se tínhamos camisas de clubes mais antigos que já foram até extintos pelas federações”, conta Sérgio Rosa, consultor de marketing da empresa.

Por meio de pesquisas na internet, depoimentos de antigos jogadores e bibliografia, como a da Federação Paulista de Futebol (FPF), a equipe da empresa definiu os clubes que seriam retratados. Por questões de uso de imagem, preferiu-se por clubes paulistas na coleção.

A tonalidade das cores e o modelo das camisas foram um dos desafios durante a confecção dos “uniformes”, o que rendeu troca de informações entre torcedor e Aktion. “Tivemos um cliente que realizou o pedido e assim que recebeu sua camisa notou que a cor da reedição não estava de acordo com a cor do uniforme original. Ele entrou em contato conosco de forma muito cordial e nos orientou como era a real cor daquela época”, lembra Sérgio, que reenviou a camisa para o “consultor/torcedor”.

Essa foi apenas uma forma de conferir o retorno dos torcedores ao comprarem as camisas. “Nosso maior objetivo nessa campanha era atingir objetivos qualitativos, ou seja, a satisfação do torcedor, sua alegria em relembrar bons momentos ”, conta Sérgio, que ainda complementa que o feedback foi positivo, pois proporcionou a vários torcedores relembrarem a emoção de vestir a camisa do clube da sua cidade.

O foco atual da empresa é a “reestruturação da marca”. Atualmente, a Aktion fornece material para o Tupã, Grêmio Novorizontino, Grêmio Prudente, Noroeste, Comercial, Barretos e Keima Futsal (Ponta Grossa). Mas a ideia de retratar clubes extintos é discutida na empresa. “O projeto de clubes extintos está em pauta para um futuro próximo, mas novamente com clubes de São Paulo. Nosso departamento de marketing continua ‘a todo vapor’ na pesquisa de novos clubes. A participação do consumidor para nós é muito importante”. Por ser de 2011, a empresa não tem mais camisas em estoque. Sites como o Só Futebol Brasil ainda vendem as camisas da coleção.

A experiência do autor

Mesmo não sendo as originais, vale conferir a coleção e carregar no peito, um clube alternativo extinto. Fui às compras e adquiri cinco camisas. Confira um breve histórico das equipes:

Vermelho, azul, grená, verde e preto. Tem de todas as cores. (Foto: Felipe Augusto/Série Z)
Vermelho, azul, grená, verde e preto. Tem de todas as cores. (Foto: Felipe Augusto/Série Z)

Associação Atlética Osasquense – Grená

O escudo da Atlética “é” o do Santos, com o grená ao invés do preto e com o A.A.O. no lugar do S.F.C.. A equipe disputou a quarta divisão em 1965 e 1966, e possivelmente, já que não há registros oficiais garantiu o acesso a “Terceirona” de 1967.

Paulista Futebol Clube de Nhandeara – Preto

Localizada na região de São José do Rio Preto, Nhandeara já teve seu clube de futebol, o Paulista, fundado em 1º de junho de 1952. Dos clubes, aqui retratados, é aquele com mais participações em estaduais, doze no total. A equipe participou da primeira edição da quinta divisão paulista, em 1978 e ficou por mais um ano. Em 1980, a divisão foi extinta e o clube participou da terceira divisão, onde ficou até 1987. Em 1988 e 1989, disputou a quarta divisão.

Rafard Clube Atlético – Verde

O clube de Rafard, cidade da microrregião de Piracicaba, foi criado em 8 de dezembro de 1943, a partir da fusão do Elite Futebol Clube e da União Rafardense. Em 1954, o Elefante da Ituana se profissionalizou e participou de cinco campeonatos estaduais. Em 1954 e 1959, participou da terceira divisão estadual, enquanto que em 1960, 1961 e 1963 disputou a “Quartona”.

União Esportiva Rochdale – Vermelho

São poucos os registros do Rochdale, que segundo pesquisa foi fundada em 1º de dezembro de 1954. A equipe disputou a Série A-3 em 1981 e 1982. Seguindo uma “lógica”, pesquisei sobre o homônimo inglês, mas as cores se diferenciam. O Rochdale de Osasco é um alvirubro, enquanto o inglês é azul e branco. Então fica a dúvida…

Associação Atlética Wenceslauense – Azul

O Galo Azul, como era conhecido, foi fundado em 30 de janeiro de 1942, na cidade de Presidente Venceslau, na região de Presidente Prudente. Com um escudo parecido com o do argentino Quilmes, a equipe, segundo registros do RSSSF, disputou apenas a edição 1966 da quarta divisão estadual.

Anúncios

3 comentários em “Tem camisa de clube extinto, sim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s