12 tópicos para a Série B 2015

O estreante

Das equipes, que subiram da C para a B, o Macaé é o único estreante da divisão. O time que conquistou o título da Série C 2014, conquistou o acesso ao eliminar o Fortaleza no Castelão lotado.

A equipe fez boa campanha no Estadual. Chegou a lutar pelas semifinais do campeonato em determinado ponto. E o mais importante se sobressaiu aos clubes cariocas não divisionados.

A luta do Macaé é pela permanência na Série B. (Foto: Macaé Esporte)
A luta do Macaé é pela permanência na Série B. (Foto: Macaé Esporte)

A volta

Paysandu, Mogi Mirim e CRB garantiram o acesso em 2014 e voltam a segunda divisão nacional. Paysandu e CRB não disputavam a competição desde 2013 e 2012, respectivamente. O Mogi Mirim era o que há mais tempo estava fora da Série B. Não disputa desde 2004.

A continuidade

Quando uma equipe sobe de divisão, o objetivo é a permanência. Sampaio Corrêa e Luverdense passaram pelo primeiro ano. O Sampaio Corrêa começou meio lento, mas fez bom segundo turno. O contrário do Luverdense, que chegou a ficar entre os quatro primeiros, mas viu-se com risco de rebaixamento nas últimas rodadas.

Vai ter Sampaio x Luverdense de novo na Série B, sim! (Foto: Paulo de Tarso Jr./Imirante.com)
Vai ter Sampaio x Luverdense de novo na Série B, sim! (Foto: Paulo de Tarso Jr./Imirante.com)

Marque na agenda

Os amantes da alternatividade podem marcar na agenda essas rodadas.

Entre a 3ª e 6ª (e 22ª e 25ª), o Oeste tem o Macaé, o Mogi Mirim, o CRB e o Boa Esporte.

Entre a 2ª e 4ª rodada (e 21ª a 23ª), o Macaé enfrenta em sequência, o Sampaio Corrêa, o Oeste e o Luverdense.

Entre a 11ª e 13ª (e 30ª e 32ª), o Sampaio Corrêa pega o Luverdense, Boa Esporte e Paysandu.

Os rebaixados

No ano passado, o Oeste e o Vila Nova foram rebaixados nos estaduais e disputaram a Série B. Para esse ano, apenas o Bragantino “conquistou” tal feito, com a penúltima colocação no Paulistão.

O rebaixado Bragantino aposta em uma parceria com o Corinthians para sobreviver na Série B.
O rebaixado Bragantino aposta em uma parceria com o Corinthians para sobreviver na Série B.

O solitário 

Em 2013, o Criciúma se orgulhava, com razão, de ser o único clube catarinense na Série A. O mundo (ou o Brasileirão) dá voltas e o cenário atual apresenta quatro clubes do estado na Série A e o Criciúma solitário na B.

Novo Icasa?

Na penúltima rodada de 2013, o Icasa dependia de si para conquistar o acesso, que não foi alcançado. Chegou 2014 e com “ele”, o rebaixamento. O Boa Esporte fez o mesmo papel em 2014 e esse ano luta para não ser o “novo Icasa”.

Série Z vidente – Acesso

Os favoritos ao acesso são: Botafogo, Bahia, Ceará. Entre os outros, vale destaque, mesmo com a irregularidade do primeiro semestre, para Vitória, Santa Cruz e Paysandu.

 Série Z vidente – Rebaixados

Os três paulistas devem se preocupar primeiro com o rebaixamento. O Mogi Mirim começou bem o Paulista, mas caiu de produção; o Oeste conquistou o acesso na competitiva Série A-2, assim vai ter que mostrar a que veio e o Bragantino, se desfez do elenco rebaixado, mas a aposta é uma incógnita, uma parceria com o Corinthians.

Boa, Paraná, Atlético (GO) e Luverdense precisam se renovar. Náutico e ABC também devem ficar atentos.

Um bom cenário para uma possível permanência do Macaé.

Sobrou! 

Fim de estaduais e reformulação garantida. Arriscar os acessos e rebaixamentos é um “tiro”. Pelos palpites, Sampaio Corrêa, Criciúma, América (MG) e CRB sobraram na lista.

Há 20 anos…

No final de abril, o Série Z trouxe um mapa interativo da Série C 1995. Das equipes da atual Série B, ABC, Atlético Goianiense e Sampaio Corrêa estavam naquela edição.

O Botafogo, em 1995, se sagrava campeão da primeira divisão. Bahia, Bragantino, Criciúma, Paraná, Paysandu e Vitória também estavam na Série A.

Na mesma divisão atual, estavam Mogi Mirim, que disputou o quadrangular final da Série B 1995; Ceará, Santa Cruz, Náutico e CRB.

O América Mineiro estava impedido de disputar competições da CBF entre  1994 e 1996, por ter entrado na Justiça Comum devido ao rebaixamento da Série A de 1993.

O Oeste de Itápolis estava na extinta QUINTA divisão paulista.

O Boa Esporte foi fundado em 1947, como clube amador, na cidade de Ituiutaba e se profissionalizou apenas em 1998.

O Macaé, em 1995, era amador e se chamava Botafogo. Naquele ano, a equipe se sagrava bicampeã macaense. Em 1998, se profissionalizou.

O Luverdense nem existia em 1995. Foi fundado em 2004.

Os estádios

Para relembrar os tópicos da Série B 2014, clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s