Comercial (PR): o título e o calendário confuso

Norte e sul. Por um bom tempo, o Campeonato Paranaense teve esse encontro nas fases finais. Nada por acaso, mas sim pelo regulamento. E foi assim, que em 1961, o Esporte Clube Comercial, de Cornélio Procópio ergueu a taça.O campeonato daquele ano foi disputado por 37 equipes, divididas em três campeonatos: Sul, Norte Velho e Norte Novo.

No primeiro turno da primeira fase, o Comercial terminou em terceiro lugar, com 15 pontos, um ponto a menos que Mandaguari, campeão do turno e Paranavaí. No segundo turno, o título veio com campanha relativamente tranquila, com 18 pontos, quatro a menos que o Mandaguari, que se enfrentaram na final do Norte Novo.

Foram três jogos. No primeiro, em casa, o Comercial não saiu do empate em 0 a 0. Porém, nos dois jogos seguintes, duas vitórias por 2 a 1 e o título confirmado.

O Comercial então, representou o Norte Novo no triangular final, que reuniu o Jacarezinho, campeão do Norte Velho e o Operário (Ponta Grossa), do Sul, que ganhou a vaga na justiça, contra o Coritiba, devido a escalação de um jogador irregular.

A grande curiosidade é que a fase final do campeonato foi disputada no segundo semestre de 1962. Devido a briga entre Operário e Coritiba. O caso fica mais curioso, já que o campeonato de 1962 já havia começado em abril daquele ano, com a presença dos três clubes do triangular final de 1961.

Não há uma exatidão de datas e ordem, mas os resultados do triangular foram os seguintes:

Jacarezinho 2×2 Operário

Operário 8×1 Jacarezinho

Operário 3×0 Comercial

Comercial 2×1 Operário

Comercial 2×1 Jacarezinho

Jacarezinho 2×0 Comercial

Sendo assim, o Comercial terminou com seis pontos; Operário, com cinco e Jacarezinho, com apenas um. O empate entre Jacarezinho e Operário foi determinante na conquista, já que se houvesse a vitória da equipe ponta-grossense, este seria campeão pelo saldo de gols.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O título propiciou a equipe, a participação na Taça Brasil de 1962. Mas a campanha foi de apenas dois jogos, logo na primeira fase, a equipe foi eliminada pelo Metropol de Criciúma. No dia 9 de setembro de 1962, poucos dias depois do título paranaense, a equipe empatou em casa por 1 a 1, mas sofreu a derrota, fora, por 2 a 1.

PR - COMERCIAL -- CARTÃO

3 comentários

  1. Bons tempos. Esse é um clube que deixa saudades. Anteriormente havia possibilidade de um interior forte. Basta ver que o Roderley, ídolo do Grêmio Maringá, venceu a União Soviética pelo clube do interior. Também enfrentou a Seleção Brasileira de Pelé, mas jogando pelo Coritiba. Atualmente cogitar jogos de pequenos contra gigantes pode valer um título de lunático.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: