Diyarbakir BB ou Amedspor?

 

De um lado, Sneijder, Felipe Melo e Pandev. Do outro, Ipek; Icer, Cetin, Balci e Yeniceli; Capar (autor do primeiro gol), Balikci, Yagmur (autor do segundo gol), Sahin e Calar; Koc. Os três primeiros bem conhecidos. Os outros onze formam um 4-2-3-1 (segundo o Livescore), de uma equipe que surpreendeu. Trata-se do Diyarbakir BB, clube da terceira divisão turca que venceu o poderoso Galatasaray, em Istambul, pela Taça da Turquia.

Diyarbakir BB ou Amedspor? Uma coisa é certa, a vitória sobre o Galatasaray (Foto: Facebook Amedspor)
Diyarbakir BB ou Amedspor? Uma coisa é certa, a vitória sobre o Galatasaray (Foto: Facebook Amedspor)

A vitória por 2 a 0 foi surpreendente, mas a zebra seria maior se a quinta fase da Taça da Turquia fosse disputada no sistema mata-mata (ou apenas “mata”). As quatro primeiras fases são eliminatórias, com jogo único. Após essas preliminares, 32 equipes disputam a fase de grupos da competição, divididos em oito grupos, com quatro equipes, cada.

Diyarbakir e Galatasaray estão no grupo G ao lado do Eskisehispor e do FBM Yasamspor. Com a vitória, o clube rubro-verde respirou e tem chances de classificação, com seus quatro pontos, mesmo que remotas. Galatasaray e Eskisehispor lideram, com nove pontos. O FBM é o lanterna, com apenas um ponto, logo em um empate contra o Diyarbakir. Faltam duas rodadas.

O clube é da cidade de mesmo nome, com cerca de 1 milhão e 300 mil habitantes. Para os mais curiosos, o nome da cidade não é estranho. O grande clube da cidade era o Diyarbakirspor que disputou a primeira divisão turca em 11 oportunidades, mas que foi dissolvido em 2013 por problemas financeiros. A torcida abraçou assim, o Yeni Diyarbakirspor, “yeni”, que signifca “novo”, equipe que começou amadora em 1977, como Beşyüzevlerspor, mas em 2010 mudou de nome. O “atual melhor clube” da cidade foi fundado profissionalmente em 1990, com cores branca e vermelha. Apenas em 1996, foi alterado para as cores atuais.

Uma bela vista da cidade!
Uma bela vista da cidade!

A cidade de Diyarbakir é considerada por muitos, como a capital do Curdistão turco. Dirigentes do clube, em outubro de 2014, pensaram em alterar o nome da equipe para Amedspor, já que Amed é o nome da cidade em curdo, mas passível de punição pela federação local, o clube não levou a ideia adiante, oficialmente, já que a equipe usa Amedspor para referenciar o clube em seu site e em sua fan page, assim como um escudo diferente. Os curdos são maioria da população da cidade.

O Amedspor é um clube curdo e não turco para os dirigentes e torcida. A ideia é fazer com que o Amedspor tenha um olhar semelhante ao Athletic Bilbao para o País Basco e o Barcelona para a Catalunha.

Atualmente, o clube, que nunca disputou a primeira divisão, está na 9ª colocação do grupo “branco” (ou B) da 2. Lig, a terceira divisão local, com 24 pontos, treze a menos que o líder Bandirmaspor e a três do Sariyer, quinto colocado, que garante vaga nos play-offs de acesso. O estádio do clube é o Seyrantepe Diski Stadyumu, com capacidade para 1.540 pessoas.

Parte do estádio do clube.
Parte do estádio do clube.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Add this code before the tag: