Nova vitrine

 

 

O camisa 21 é a nova aposta para substituir Tim Cahill, um dos ídolos do futebol australiano. (Foto: Reuters)
O camisa 21 é a nova aposta para substituir Tim Cahill, um dos ídolos do futebol australiano. (Foto: Reuters)

Quando Ange Postecoglou anunciou a lista final da seleção da Austrália, com os 23 convocados, para a Copa do Mundo, dois nomes chamaram atenção, o do lateral-direito Bailey Wright e do atacante Massimo Luongo. O motivo: os dois jogavam pela terceira divisão da Inglaterra, o defensor pelo Preston North End e o segundo pelo Swindon Town.

A Copa do Mundo é uma vitrine para os jogadores. Exemplos, como James Rodriguez, Bruno Martins Indi e Enner Valencia foram mostrados na última edição. Essa exibição, porém, não pôde ser usado pelos jovens jogadores australianos de 22 anos. Eles sequer entraram em campo. Resultado: continuaram na terceira divisão, já que nenhum dos clubes conquistou o acesso.

Seis meses depois mais uma chance de mostrarem seu futebol, mas só um deles teve a chance de disputar a Copa da Ásia 2015 e logo em seu país. Luongo foi escolhido, Wright, não.

Massimo Luongo começou com tudo. Titular na estreia contra o Kuwait (4 a 1), o atacante fez gol e foi escolhido o melhor jogador da partida. Uma reviravolta.

Boa fase que vem do seu clube. Pela League One 2014/15, são 21 jogos, só não disputou três partidas, devido a preparação para a Copa da Ásia. Ao todo, são 1784 minutos. Em apenas três jogos foi substituído e em uma partida começou como reserva, mas entrou no decorrer da partida. Por enquanto, são apenas três gols, metade dos gols marcados na temporada passada.

O atacante está no clube desde 2013. Está na terceira temporada pelo clube. O australiano foi revelado pelo Tottenham e ficou uma temporada e meia emprestado ao Swindon, antes de ser contratado em definitivo por 400 mil euros.

O Swindon está na liderança da liga com 51 pontos, empatado com o Bristol City, mas com uma partida a menos. O acesso é provável, mas Luongo pode dar um pulo maior que o próprio clube que o revelou ao final da atual temporada.

Os gols de Massimo:

Austrália 4 x 1 Kuwait (segundo gol)

Swindon Town  3 x 1 Scunthorpe Utd. (primeiro gol)

Notts County 0 x 3 Swindon Twn (terceiro gol)

Walsall 1 x 4 Swindon Town (segundo gol)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s