As reviravoltas da Copa Suruga Bank

*Atualizado em 7 de agosto, às 11h15

Um clube japonês contra um sul-americano, bem típico dos games de futebol, mas nos últimos anos isso vem mudando graças a Copa Suruga Bank, que em 2019 ganhou o nome genérico de J-League Cup/Copa Sul-Americana. Idealizada em 2008 pela Conmebol e a Federação Japonesa de Futebol, a “única partida” da competição reúne os campeões da Copa Sul-Americana e da Copa da Liga Japonesa, que reúne as equipes da elite nacional em um formato diferente.

Na mesma época da fundação do torneio, muitos boatos envolviam a possibilidade da possível criação de um “Mundial Série B”, com o confronto entre os campeões da Copa Sul-Americana e a Liga Europa, que chegou a ocorrer, com a chamada Supercopa Euroamericana, mas que não era organizada por nenhuma confederação. A Copa Suruga Bank tem a chancela da Conmebol e JFF.

A última edição foi realizada em 7 de agosto de 2019, quando o Athletico Paranaense venceu o Shonan Bellmare, por 4 a 0. A vitória do clube brasileiro fez com que o domínio japonês fosse revertido, com um empate de seis títulos para cada federação.

Até 2014, o domínio era japonês, com cinco títulos contra dois sul-americanos. Nas últimas cinco edições, as coisas mudaram com os clubes do continente garantindo quatro conquistas. A disputa está empatada e pode ser que termine assim, pois não se sabe sobre a continuidade da competição após o Banco Suruga ter se envolvido em casos de corrupção, com emissão de empréstimos fraudulentos e ter retirado os naming rights da competição, que pode ser assumida definitivamente pela Levain, que dá nome a Copa da Liga Japonesa.

Os campeões

O Kashima Antlers é o maior campeão do torneio, com dois títulos (2012 e 2013). FC Tokyo (2010), Jubilo Iwata (2011), Kashiwa Reysol (2014) e Urawa Reds (2017) são os outros campeões nipônicos.

A América do Sul conquistou as duas primeiras taças, com Arsenal Sarandí em 2008, quando derrotou o Gamba Osaka em 2009, o primeiro brasileiro entrou em campo, com o Internacional vencendo o Oita Trinita, por 2 a 1. River Plate (2015), Santa Fé (2016), Independiente (2018) e Athletico (2019) completam a lista sul-americana de campeões.

O artilheiro

Em toda história, apenas um jogador fez mais de um gol na competição: Yuya Osako. Ele fez os três gols da vitória do Antlers contra o São Paulo, por 3 a 2, em 2013. Ele, inclusive, é o único que tem mais de um gol juntando todas as edições.

O Brasil lidera entre os treinadores

Apenas três nacionalidades constam entre os treinadores campeões da J-League Cup/Copa Sul-Americana: Brasil, Argentina e Japão. Os brasileiros lideram, com cinco taças: Tite (2009), Jorginho (2012), Toninho Cerezo (2013), Nelsinho Baptista (2014) e Tiago Nunes (2019). A Argentina tem quatro treinadores campeões e o Japão, três.

Os vices do Brasil

São Paulo e Chapecoense completam a lista de brasileiros participantes, mas diferentemente do Colorado e do Furacão não ficaram com o título. O São Paulo perdeu em 2013, como citado anteriormente, e a Chapecoense perdeu, em 2017, pelo placar mínimo contra o Urawa Reds.

E se? #1

Quatro brasileiros foram vice-campeões desde a instituição do encontro “nipo-sudaca”, incluindo duas célebres histórias com o Goiás e Ponte Preta. Caso o Goiás fosse campeão em 2010 teria o Jubilo Iwata como adversário. A Ponte Preta enfrentaria o Kashiwa Reysol em 2014. Fluminense (2010) e Flamengo (2018) teriam, respectivamente, FC Tokyo e Cerezo Osaka como confrontador.

E se? #2

A primeira edição foi realizada em 2008, quando a Copa Sul-Americana teve o sexto campeão do torneio como representante. E se desde 2004 (com os campeões de 2003), a Copa fosse disputada, quais seriam os jogos? Veja:

  • 2003 – San Lorenzo x Kashima Antlers
  • 2004 – Cienciano x Urawa Reds
  • 2005 – Boca Juniors x FC Tokyo
  • 2006 – Boca Juniors x JEF United
  • 2007 – Pachuca (ou Colo-Colo) x JEF United

As finais

2008 – Gamba Osaka 0 x 1 Arsenal Sarandí

2009 – Oita Trinita 1 x 2 Internacional

2010 – FC Tokyo 2 (4) x (3) 2 LDU Quito

2011 – Gamba Osaka 2 (4) x (2) 2 Independiente

2012 – Kashima Antlers 2 (7) x (6) 2 Universidad Chile

2013 – Kashima Antlers 3 x 2 São Paulo

2014 – Kashiwa Reysol 2×1 Lanús

2015 – Gamba Osaka 0x3 River Plate

2016 – Kashima Antlers 0x1 Santa Fé

2017 – Urawa Reds 1×0 Chapecoense

2018 – Cerezo Osaka 0x1 Independiente

2019 – Shonan Bellmare 0x4 Athletico

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close