Iraque e seu poder de surpreender

O Mundial sub-20 terminou neste último sábado (13) com a França erguendo a taça, mas a grande sensação da competição foi o Iraque. Considerado por muitos azarão em um grupo que contava com Chile e Inglaterra, a seleção local demonstrou no campo um futebol forte.

A equipe já chamou a atenção ao empatar com a Inglaterra em 2 a 2. Logo após duas vitórias por 2 a 1, contra Egito e Chile. Primeiro lugar garantido.

Nas oitavas-de-final, vitória por 1 a 0 na prorrogação contra o Paraguai. Na fase seguinte, os iraquianos eliminaram a Coreia do Sul nos pênaltis. A campanha já era surpreendente. A semifinal tinha o Uruguai como rival, outro 0 a 0, outra prorrogação e por fim os pênaltis, derrota por 7 a 6 e a zebra foi controlada.

A seleção ficou na quarta colocação. Na disputa do terceiro lugar, Gana venceu por 3 a 0. Nada que apague o ótimo Mundial feito por eles.

A campanha realça o poder de surpreender das seleções iraquianas. Não se acreditava em tal campanha, mas algo conta a favor dos Leões da Mesopotâmia, como são chamados, o fator surpresa alcançado na última década.

Duas conquistas marcaram o futebol local no mesmo período da guerra travada pelos EUA. Envolto com a destruição causada pelos americanos, o futebol se tornou um momento de alegria, para “esquecer” os problemas.

A primeira campanha foram nas Olimpíadas Atenas 2004, o Iraque era midiatizado, todos queriam saber o que sentiam aqueles jogadores no meio de uma turbulência, o futebol foi desconsiderado, a cada jogo uma surpresa, a cada jogo uma lição.

Os Leões caíram no grupo D, junto com Marrocos, Costa Rica e Portugal – Cristiano Ronaldo fazia parte do elenco – rivais na estreia. Portugal era automaticamente o grande favorito do grupo, mas logo de cara derrota para os iraquianos, por 4 a 2. Contra Costa Rica, outra vitória, 2 a 0. Na última rodada, derrota por 2 a 1, contra o Marrocos. Primeiro lugar garantido, a então favorita seleção portuguesa foi eliminada na primeira fase.

Nas quartas, a Austrália foi à oponente. Vitória pelo placar mínimo. O Iraque conquistava a possibilidade de lutar por uma medalha.

Na semifinal, o Paraguai quebrou o ímpeto iraquiano, vencendo por 3 a 1. Restava a disputa pela medalha de bronze contra a Itália, o que não aconteceu, a Azurra olímpica venceu por 1 a 0.

A boa campanha resultou na montagem da base para a Copa da Ásia 2007. Dos 18 jogadores que foram para Atenas, 10 disputaram a competição. Jorvan Vieira, brasileiro, grande conhecedor do futebol árabe era o treinador. Desconhecido por muitos, até hoje, Jorvan fez história levando a seleção ao título inédito.

A conquista veio de forma invicta, com três vitórias e três empates: Tailândia (1 a 1), Austrália (3 a 1), Omã (0 a 0), Vietnã (2 a 0), Coreia do Sul (0 a 0, nos pênaltis 4 a 3) e a grande final contra a Arábia Saudita, vitória por 1 a 0.

A história mostra que o Iraque surpreende, a esperança local é deixar de ser surpresa e figurar regularmente entre as melhores seleções asiáticas.

Mais do futebol iraquiano

Sua associação foi fundada em 1948 e atingiu grande status apenas no fim dos anos 1970.

O Iraque tem uma participação em copas. Em 1986 a seleção disputou no México sua única copa. Comandada pelo brasileiro Evaristo de Macedo, a seleção perdeu os três jogos válidos pelo grupo B, derrotas para Paraguai (1 a o), Bélgica (2 a 1) e os anfitriões mexicanos (1 a 0).

O único gol iraquiano foi marcado por Ahmed Radhi, considerado por muitos o maior jogador da história do futebol local. Radhi foi eleito em 1988, como melhor jogador asiático.

Além de Evaristo e Jorvan, Zico foi outro brasileiro que comandou a seleção local. Foram 7 jogos, com 4 vitórias, 1 empate e duas derrotas, uma inclusive contra o Brasil, em um amistoso onde a seleção brasileira goleou por 6 a o. Zico ficou entre 2011 e 2013 no comando da seleção.

Em 2009, o Iraque disputou a Copa das Confederações. O time caiu junto com a África do Sul, Espanha e Nova Zelândia no grupo A. Foram dois empates sem gols contra os sul-africanos e os neo-zelandeses e derrota por apena 1 a 0 para a Espanha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s